Twitter deve ganhar aba dedicada a colecionáveis em NFTs

Twitter deve ganhar aba dedicada a colecionáveis em NFTs

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 25 de Outubro de 2021 às 16h00
Mada Aflak/Twitter

Que o Twitter ama criptomoedas e NFTs, disso ninguém tem dúvida: a rede social já distribuiu colecionáveis para 140 seguidores felizardos, começou a implantar as bonificações/gorjetas com criptomoedas e anunciou que teria uma seção específica para as pessoas exibirem suas artes favoritas. Este último aspecto, contudo, havia apenas sido mencionado em um evento de lançamento dos principais recursos da plataforma previstos para 2021.

Agora, parece que o trabalho evoluiu e a rede social do passarinho pode destinar uma guia exclusiva para as coleções de NFTs dos usuários. A desenvolvedora e especialista em engenharia reversa Jane Manchun Wong mostrou como anda o desenvolvimento do sistema atualmente:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Como é possível notar, haverá uma galeria especialmente projetada para mostrar todas as imagens carregadas pelo perfil, bem ao lado de onde ficam os tuítes e arquivos de mídia. Cada foto pode ser ampliada para a exibição de mais detalhes sobre o NFT: descrição, criador, propriedades, coleção de origem e outros dados.

Segundo a desenvolvedora, como a sincronização apenas puxa as fotografias, dificilmente uma carteira seria invadida se o Twitter for invadido, por exemplo. Manchun explica que a conexão de carteiras Ethereum, não implica na distribuição da chave privada, portanto não seria possível extrair fundos e tokens para fora, mesmo em um eventual cenário de exposição de dados.

Nesta fase de testes, a guia de colecionáveis entrou no lugar das curtidas, portanto não dá para saber se ela será extinta de vez ou apenas removida para fins experimentais. Certamente, há mais probabilidade de ser a segunda opção, já que os tokens ainda não são tão populares a ponto de substituir uma guia amplamente reconhecida pelo público.

Evolução do "checador de NFTs"

No mês passado, um tuíte da engenheira de software Mada Aflak mostrou os estágios iniciais do experimento:

O vídeo revela a integração entre a carteira de criptomoedas — com suporte a provedores populares como Coinbase, Metamask e Crypto.com — e a possibilidade de selecionar uma das artes originais para usar como imagem de perfil. A coleção completa será armazenada em uma guia específica do seu perfil chamada Collectibles.

A parte interessante dessa integração é que a foto do perfil ganhará um pequeno emblema do Ethereum para comprovar que aquela imagem é, de fato, um NFT verificado. Essa adição pode tornar o Twitter a primeira mídia social a incentivar o uso dos tokens não fungíveis com um propósito contemplativo, algo ainda bem distante dos demais concorrentes.

Por enquanto, não há detalhes oficiais sobre esse recurso por parte do Twitter, embora esteja claro que o trabalho está em fase de evolução. Este ainda parece ser algo com finalidades puramente cosméticas para a rede, mas os desenvolvedores de NFTs têm demostrado haver muitos campos ainda inexplorados no segmento de blockchain, o que poderia incluir um game Play to Earn via redes sociais, o sorteio de NFTs ou algum outro uso criativo.

Fonte: Jane Manchun WongMada Aflak  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.