TikTok fecha as portas na Índia após proibição no país

Por Rubens Eishima | 28 de Janeiro de 2021 às 10h00
Rubens Eishima/Canaltech
Tudo sobre

TikTok

Saiba tudo sobre TikTok

Ver mais

A ByteDance anunciou o fim das operações do TikTok na Índia após a proibição de funcionamento no país pelo governo local. Cerca de dois mil funcionários da empresa serão afetados, em meio às tensões entre os governos indiano e chinês.

O fechamento da empresa é consequência direta do bloqueio anunciado em junho de 2020, proibindo as operações da rede social na Índia. Desde aquela época, o país asiático está em um conflito diplomático com a vizinha China, país sede da ByteDance e de diversos outros apps e serviços bloqueados.

O atrito entre os gigantes asiáticos se acirrou após desentendimentos entre tropas dos países na região da fronteira no Himalaia, o que provocou uma série de boicotes do público indiano a produtos chineses, além de entraves burocráticos na importação de componentes vindos da China.

Mesmo antes dos conflitos na fronteira entre os dois países, o TikTok foi protagonista de algumas polêmicas na Índia. Em 2019, por exemplo, o aplicativo já tinha sido bloqueado no país, após problemas na moderação de conteúdo e uso por menores de idade.

Outro país que ameaçou bloquear a rede social foram os Estados Unidos, com um decreto do então presidente Donald Trump em 2020 determinando o fim das operações locais do TikTok. A decisão provocou uma busca por compradores da rede social, o que acabou sem nenhum negócio. Os prazos dados (e estendidos) por Trump foram se arrastando, junto com decisões contrárias ao bloqueio na Justiça, o que permitiu o funcionamento da rede social por lá desde então.

Na Índia, os executivos da ByteDance declararam que o serviço respeitava as leis locais, acusando o governo de falta de comunicação e explicações pelo bloqueio. Mesmo assim, a empresa não descartou voltar ao país caso a proibição seja revertida.

Fonte: Business Standard

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.