Instagram vai exigir que usuários informem data de nascimento para usar a rede

Instagram vai exigir que usuários informem data de nascimento para usar a rede

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 30 de Agosto de 2021 às 17h52
(Imagem: Reprodução/Erik Lucatero/Unsplash)

O Instagram intensificou o controle à entrada de menores de 16 anos na plataforma no intuito de evitar conteúdos desagradáveis para os jovens e melhorar a experiência dos adultos. A rede agora passará a exigir o preenchimento da data de nascimento para saber a idade dos usuários, e a justificativa dada pela empresa é de que assim será possível desenvolver recursos de segurança voltados para proteger adolescentes de casos de abuso, ameaças e exploração sexual.

A solicitação de idade não é exatamente uma novidade para quem criou uma conta no Instagram nos últimos anos. Há, contudo, alguns perfis mais antigos que não têm essa informação preenchida e isso é péssimo para os propósitos sociais e comerciais da rede.

Para permanecer na rede, só se informar sua data de nascimento (Imagem: Divulgação/Instagram)

Por enquanto, informar a data de nascimento será algo opcional, mas a plataforma pretende adotar a obrigatoriedade como requisito para quem quiser seguir usando o Instagram no futuro. Quem não tiver o dado preenchido começará a receber avisos sempre que abrir a rede, e isso seguirá até o momento no qual será impossível usar o serviço sem essa informação.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Conteúdos sensíveis e publicidade direcionada

Essa obrigatoriedade também deve impactar nas opções de publicidade: menores de 18 anos não devem receber anúncios direcionados. Por outro lado, a informação também deve ajudar nesse setor para os anúncios, já que as campanhas poderão ser mais assertivas. Por exemplo: a propaganda de uma boate nova na sua cidade terá mais eficácia se for direcionada a jovens.

Imagens sensíveis só serão exibidas para quem tiver a idade confirmada (Imagem: Divulgação/Instagram)

Outro propósito da identificação é para visualizar publicações marcadas como sensíveis, com conteúdos violentos ou imagens fortes, por exemplo. Essas telas de alerta já existem e o usuário precisa confirmar a data de nascimento para ver esse tipo de foto, mas agora ele será barrado se não tiver a idade apropriada.

Ferramentas de checagem

O Instagram agora deve aprimorar a inteligência artificial da plataforma, que já conseguia estimar a idade das pessoas com base em sinais, como em publicações de feliz aniversário ou com base em dados colhidos em posts. Se a pessoa disser que tem uma idade e o algoritmo identificar divergência, será necessário comprovar a informação, embora ainda não esteja claro se isso será feito por documento, selfie ou outro método.

Anteriormente, a rede já havia estabelecido uma regra que proíbe adultos de enviar mensagens para menores de 18 anos que não os seguem, além de configurar novas contas de menores de 16 anos como privadas por padrão. Essa mudança veio após a intensificação de pais e responsáveis cujos adolescentes apresentam problemas na plataforma, especialmente com pedófilos e aliciadores.

Adolescentes entre 16 anos e 18 anos tem a conta configurada como privada por padrão (Imagem: Divulgação/Instagram)

O TikTok, principal rival do Instagram, também iniciou uma cruzada desde o início de 2021 para tentar combater experiências negativas de adolescentes. Na rede social chinesa, contudo, a situação é ainda mais delicada, afinal é permitida a entrada de menores de 16 anos. Por lá, eles criaram ferramentas de bloqueio e denúncias, restrições de contato de perfis de jovens com adultos e até um comitê para criar políticas voltadas para esse público.

Fonte: Instagram  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.