Instagram proíbe adultos de enviarem mensagens para menores que não os seguem

Instagram proíbe adultos de enviarem mensagens para menores que não os seguem

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 16 de Março de 2021 às 12h05
Pexels/Pixabay

Para oferecer mais segurança, o Instagram está introduzindo uma nova política que limita as interações entre adolescentes e adultos. O aplicativo proibiu que adultos enviem mensagens diretas a jovens que não os seguem de volta. O objetivo é combater a pedofilia, a extorção e o aliciamento de pessoas vulneráveis.

Passarão a ser exibidos também alguns avisos de segurança sempre que os menores de idade interagirem com alguém que tenha demonstrado “comportamento potencialmente suspeito”. Os comunicados alertam usuários jovens a não se sentirem pressionados em responder e para ter cuidado ao compartilhar fotos, vídeos ou informações com desconhecidos. A funcionalidade permitirá denunciar o perfil ou bloquear quem esteja enviando directs indesejados.

Adultos não poderão mandar mensagens diretas para adolescentes que não os conhecem (Imagem: Divulgação/Instagram)

Novos inscritos adolescentes serão incentivados a tornar seu perfil privado. Se escolherem criar uma conta pública, a plataforma enviará uma notificação mais tarde para destacar os benefícios de restringir o acesso e de como alterar o status atual, caso queira.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Como funciona o mecanismo

A rede social não deu mais detalhes sobre como o algorítmo identifica um comportamento indesejado, mas possivelmente tem algo relacionado ao envio de muitas solicitações para seguir ou disparo de mensagens privadas para menores de 18 anos. Pela imagem compartilhada, também parece que o sistema analisa algumas palavras específicas.

Notificação de segurança será exibida para orientar adolescentes (Imagem: Divulgação/Instagram)

O Instagram explicou que o recurso estará disponível em alguns países ainda neste mês, mas não especificou quais serão os primeiros a receber a novidade — é possível que o Brasil esteja nessa leva inicial.

Pertencente ao Facebook, os desenvolvedores do Insta também trabalham em uma nova tecnologia de inteligência artificial e aprendizado de máquina para detectar a idade de alguém quando se inscreve. Oficialmente, o aplicativo exige que os usuários tenham 13 anos ou mais, mas há muitas crianças que mentem para entrar na plataforma. Também não está claro como esse sistema vai funcionar.

Preocupação com jovens brasileiros

A empresa lançou uma cartilha para orientar pais e responsáveis para ajudar seus filhos a terem uma experiência positiva no Instagram. O material está disponível em diversos idiomas e é adaptado à cultura local de cada país para facilitar o entendimento.

De tempos em tempos, a rede perguntará se o adolescente que mudar o perfil para privado (Imagem: Divulgação/Instagram)

No Brasil, este guia foi feito em parceria com a organização SaferNet Brasil e traz explicações sobre ferramentas de segurança e configurações de privacidade mais recentes. Trouxe ainda dicas e abordagens de especialistas sobre como tratar do assunto com crianças e adolescentes.

O que achou das medidas do Instagram? É uma boa ajuda para os pais que precisam lidar com a insegurança do mundo digital? Comente.

Fonte: Instagram

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.