Publicidade

Coringa revela o maior segredo sobre a origem do Batman

Por| 27 de Novembro de 2023 às 13h56

Link copiado!

DC Comics
DC Comics

A morte dos pais de Bruce Wayne sempre teve um papel fundamental para dirigir as motivações de Batman, assim como sua bússola moral, ao longo das décadas. Já faz um tempo que o Cavaleiro das Trevas admitiu que a tragédia pessoal não é exatamente o que o move atualmente a combater vilões, pois perdas acontecem nas vidas de todas as pessoas, e é preciso superá-las, como qualquer um. E, agora, o Coringa dá um outro sentido à origem do Batman.

Atenção para spoilers à frente para Batman #139!

Só para lembrar, a atual fase de Batman vê o herói bastante cansado e recentemente derrotado pela sua BatFamília na chamada Guerra de Gotham. O Homem-Morcego está perto de perder completamente sua sanidade para o Batman de Zur-En-Arrh, um protocolo mental contra manipulação cerebral que agindo por contra própria quer tomar o controle.

Continua após a publicidade

E, finalmente, estamos no ponto em que Batman, já bastante afetado por Zur-En-Arrh, decide caçar o Coringa para finalmente matá-lo de uma vez por todas. Bruce decidiu se isolar de todos da BatFamília e ficar focado nessa missão. Em Batman #139, o Cavaleiros das Trevas rastreia seu inimigo até a casa de um magnata dos brinquedos, e eis que o Arlequim do Ódio está pronto recebê-lo, com uma coleção horrível de manequins simulando a morte dos pais de Bruce Wayne.

Qual o segredo do Batman?

O Coringa chama a origem do Batman de “o dia mais feliz da vida de Bruce”, dizendo que isso permitiu que ele se tornasse o vigilante fantasiado que queria ser. O vilão também criou outros quadros macabros com mortes, como as de Jason Todd, Alfred Pennyworth e Mulher-Gato, sugerindo que as pessoas que se aproximam demais do Homem-Morcego estão destinadas a compartilhar o mesmo destino.

Continua após a publicidade

Uma das piores falhas do Batman é que ele sempre afasta as pessoas, principalmente por conta de culpa quando alguém próximo morre. No entanto, o Coringa acredita que a parte mais sombria da psique de Bruce gosta desse tipo de tragédia, porque o deixa sozinho e, portanto, livre para se entregar à sua luta sem fim contra o crime.

Batman ama a BatFamília, mas o Coringa acertou em cheio sobre o comportamento recente do herói. O Batman de Zur-En-Arrh tem levado Bruce cada vez mais ao isolamento, reforçando a ideia de que as pessoas em sua vida estão impedindo-o de cumprir sua tarefa. Assim, além de vermos um segredo sobre a origem do herói, também presenciamos mais um passo seu rumo à insanidade.