Publicidade

Motorola Edge 50 Pro x Galaxy S23 FE: qual dos dois é melhor?

Por| 22 de Maio de 2024 às 16h40

Link copiado!

Victor Lenze/Canaltech
Victor Lenze/Canaltech
Edge 50 Pro

O Galaxy S23 FE é um celular de 2023 que agradou muito pelo conjunto equilibrado e preço competitivo. É muito difícil competir num segmento dominado pela sul-coreana, mas o novo Motorola Edge 50 Pro, já testado pelo CT, vem com tudo para ser considerado pelos consumidores. Pensando nisso, decidimos preparar este comparativo para responder qual dos dois comprar.

Construção e design

Continua após a publicidade

Smartphones premium repetem a fórmula de sucesso na construção ao apostarem na combinação de metal e vidro. É o caso do S23 FE, que é bem robusto e resistente a água e poeira (IP68), podendo molhar por até 30 minutos. Porém, ele pode ser considerado um celular grande.

A outra receita é trazer um acabamento texturizado que imita o couro, o qual a Motorola chama de Eco Leather. Isso faz com que ele seja quase cerca de 20 gramas mais leve que o concorrente, melhorando, obviamente, a pegada. E também conta certificação IP68.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

O que faz o celular da Samsung perder pontos nesse quesito são as dimensões avantajadas: ele não tem um aproveitamento de tela tão bom quanto o Edge 50 Pro — talvez por conta das laterais curvas —, e isso faz uma diferença enorme no uso.

O design, por outro lado, é mais subjetivo do que técnico. Meu pitaco é que a Samsung precisa inovar no visual dos seus aparelhos; já a Motorola tem mandado muito bem nesse departamento, seja no acabamento diferente e nas diferentes opções de cor.

Tela

Continua após a publicidade

Falamos de duas telas OLED de ótima qualidade para a categoria, embora a do Edge 50 Pro se destaque mais pelos extras. Comecemos pelas similaridades: ambos têm cores vivas e contraste infinito, características da tecnologia.

Agora, o celular da Motorola chama mais a atenção por ter bordas finíssimas, com aproveitamento frontal de 92%. O S23 FE, por outro lado, foi muito criticado pelas bordas espessas, diferente do esperado para a categoria.

Usar o Edge 50 Pro no dia a dia é mais agradável, também, principalmente pelos 2.000 nits de brilho, demandado em ambientes ensolarados. A tela curva do aparelho também proporciona uma experiência mais premium.

Continua após a publicidade

Configurações e desempenho

Os dois smartphones são considerados intermediários quase tops de linha. O S23 FE é equipado com o Exynos 2200 e 8 GB de RAM, enquanto o Edge 50 Pro vem com o Snapdragon 7 Gen 3 e 12 GB de RAM. Há uma diferença perceptível entre os dois nos benchmarks, cerca de 300 mil pontos no AnTuTu 10.

Ambos rodaram tudo nos nossos testes, seja jogos, aplicativos e mensageiros instantâneos. O Galaxy S23 FE esquentou mais em ocasiões aleatórias, diferentemente do Edge 50 Pro, embora tenha mantido o desempenho na maior parte do tempo.

Continua após a publicidade

No dia a dia, porém, o Edge 50 Pro consegue ser mais fluido que o Galaxy S23 FE, talvez devido à boa interface HelloUI. Não que a One UI seja ruim, mas a skin da Motorola é mais fluida e polida. A sensação que dá é que a One UI é mais pesada, compreensível por ter mais coisas.

E é exatamente onde o S23 FE se destaca: ele recebeu recentemente o Galaxy AI, pacote de funcionalidades de inteligência artificial — que, inclusive, já testamos todos os recursos no Canaltech. Além disso, a Samsung tem um histórico mais favorável de atualizações.

Câmeras

Continua após a publicidade

A Motorola corre sempre atrás da Samsung no departamento fotográfico. Nesta geração, a diferença entre os dois diminuiu bastante, mas o S23 FE tira fotos melhores e com uma taxa de erros menor em relação ao rival. Os dois têm as mesmas lentes — wide, ultrawide e telefoto —, só que o processamento de imagem muda.

Galeria de fotos do Galaxy S23 FE

O software de câmera da Samsung é geralmente mais competente que o da Motorola considerando os modelos de ambas as fabricantes testados no CT. No caso do S23 FE, o HDR é mais assertivo, controlando as áreas de sombra e claridade sem estourar.

Continua após a publicidade

Com relação ao modo retrato, porém, gostei mais das apresentações reais do Edge 50 Pro. Já a reprodução do tom de pele me pareceu mais natural no celular da Samsung — mas fica a menção positiva para o modelo da Motorola em retratos de pessoas pretas.

Galeria de fotos do Motorola Edge 50 Pro

Bateria e carregamento

Continua após a publicidade

O Galaxy S23 FE tem 5.000 mAh e o Edge 50 Pro, 4.500 mAh. Mas ter mais capacidade não significa nada se o smartphone não for bem otimizado, tanto que o celular da Motorola teve a maior duração de bateria nos nossos testes padrão.

Nosso cenário de teste é intenso, com 6 horas de aplicativos de redes sociais, navegação na internet, jogos, mensageiros e vídeos no YouTube. O Edge 50 Pro consumiu 26 horas, contra 33% do S23 FE. Com isso, a estimativa total ficou em 24 horas e 18 horas, respectivamente.

O carregamento do Edge 50 Pro é mais veloz que o do Galaxy S23 FE, graças ao carregador de incríveis 125 W. Isso significa que ele sai de 0% a 100% em menos de 20 minutos, diferentemente do seu rival que demora mais de uma hora de 30 minutos.

Continua após a publicidade

Motorola Edge 50 Pro x Galaxy S23 FE: qual comprar?

Eu acho que a Motorola conseguiu finalmente superar a Samsung em diversos quesitos. O Edge 50 Pro tem design, construção, tela, bateria e carregamento melhores que o S23 FE. A maior fluidez da interface também mascara o desempenho ligeiramente inferior.

O Galaxy S23 FE, por outro lado, se sobressai apenas na qualidade das câmeras, nos recursos extras da One UI e no suporte de atualizações mais confiável. Além disso, seu preço menor pode ser um fator favorável a ele, já que pode ser encontrado por cerca de R$ 700 a menos que o rival.

Continua após a publicidade

A linha Edge não tem infelizmente um bom histórico de queda de preço, permanecendo na faixa dos R$ 3.000 mesmo após algumas semanas de lançado. É, de fato, um preço de smartphone top de linha e desfavorável ao aparelho. Porém, quando o smartphone da Motorola estiver na mesma faixa de preço do rival, acredito que ele será uma escolha mais interessante e premium.