Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review LG Nano77 | TV intermediária com boa qualidade de imagem

Por| Editado por Léo Müller | 07 de Dezembro de 2023 às 12h51

Link copiado!

Review LG Nano77 | TV intermediária com boa qualidade de imagem
Review LG Nano77 | TV intermediária com boa qualidade de imagem

A LG tem um catálogo completo de Smart TVs, que abrange desde o segmento de entrada até modelos topos de linha. No meio disso, a linha com tecnologia NanoCell se destaca por oferecer uma boa qualidade de imagem e um ótimo desempenho. É o caso da LG NANO77.

A TV promete um bom nível de definição e uma experiência de som e imagem mais imersiva. Mas será que isso funciona bem na prática? Eu testei o modelo de 55 polegadas da LG NanoCell Nano77 e agora conto o que achei da televisão.

Continua após a publicidade

Design e construção

Em relação ao design, a Nano77 tem um visual bem padrão, sem nada muito diferente do que já estamos acostumados. Ela tem as bordas finas e discretas, mas nem tanto ao ponto de criar uma impressão de “tela infinita”.

De qualquer forma, é um visual elegante. Como é de se esperar de um modelo intermediário, ela tem as laterais consideravelmente espessas, mas isso também não atrapalha na hora de pendurá-la na parede, por exemplo, ou até mesmo de deixar em cima de um móvel.

O único ponto que incomoda um pouco é que, se for usar um suporte para deixá-la na parede, algumas conexões podem ter seu acesso dificultado, devido à organização na traseira.

Tela

Continua após a publicidade

A LG Nano77 está disponível em quatro versões de tamanho: 50, 55, 65 e 75 polegadas. O painel conta com a tecnologia NanoCell com processador de imagem α5 AI 4K Gen 6. Isso garante uma ótima qualidade de imagem, com bastante detalhes e um bom contraste. Ela conta com suporte para HDR10 e HLG, mas sem recursos avançados, como Dolby Vision ou até mesmo o HDR10+ presente em adversários.

Quanto aos reflexos, ela também está dentro da média do que é esperado, então talvez você queira pensar em uma posição estratégica para usá-la. Se ela receber muita interferência de luz, por exemplo, pode atrapalhar um pouco a visualização, principalmente de cenas muito escuras.

De qualquer forma, isso não foge do comum para TVs que não tem uma tela antirreflexiva. Já a exibição de cores é muito boa e, apesar de as imagens não serem tão intensas, a TV oferece uma boa saturação. Tudo isso, é claro, é personalizável nas configurações e dá para usar modos pré-definidos para customizar melhor a exibição.

Continua após a publicidade

Sistema de som

Ao meu ver, um dos grandes destaques da LG Nano77 é seu sistema sonoro. Ela tem potência de áudio de 20 W e, na prática, oferece um volume consideravelmente alto e bem distribuído. Em um nível intermediário, já é possível ter uma boa sonoridade e preencher bem um ambiente espaçoso.

Como efeito de comparação, seu volume passa a impressão de ser mais alto do que a maioria das televisões intermediárias da Samsung, por exemplo.

Continua após a publicidade

Sistema operacional e aplicativos

A LG Nano77 conta com o sistema WebOS 23, interface própria da sul-coreana. Isso permite que ela tenha acesso a um vasto catálogo de aplicativos, com suporte aos principais serviços disponíveis no Brasil, como Netflix, Prime Video, Star Plus, Disney Plus e HBO Max, por exemplo.

Continua após a publicidade

O sistema, porém, é uma versão mais leve da interface da marca, diferente dos modelos mais avançados. Então, ele não tem uma interface tão completa, mas pelo menos tem um menu inicial com sugestões de aplicativos e conteúdos para assistir.

A TV também tem suporte para jogos em nuvem, mas ao contrário da Samsung, que oferece duas opções de plataformas, a interface da LG só conta com o serviço da Nvidia GeForce NOW.

Controle remoto

O controle remoto da LG Nano77 segue a mesma proposta de outros modelos de TVs da marca, ou seja, ele tem o design bem avantajado e completo. Isso inclui até um teclado numérico, além dos tradicionais atalhos para apps e configurações.

Continua após a publicidade

Há quem prefira o minimalismo de outros modelos — o que é meu caso — mas não dá para negar a praticidade do acessório, já que ele também conta com função de apontar para a tela para navegar entre as opções, como se fosse um “mouse”.

Conexões

Quanto à conectividade sem fio, a LG Nano77 tem suporte para Wi-Fi 5 e Bluetooth 5.0 — que é outro ponto negativo, já que poderia ser pelo menos 5.2. Já as conexões físicas incluem três portas HDMI, sendo uma HDMI 2.1 eARC e duas portas USB. Ele também conta com uma entrada RF para antena, uma para internet cabeada e uma de áudio óptico.

Concorrentes

Continua após a publicidade

Os principais concorrentes da LG Nano77 são a Samsung Q60C e a TCL C645. Os três modelos entregam uma qualidade de imagem parecida — enquanto a LG tem tecnologia de tela NanoCell, as duas adversárias contam com QLED.

Em relação ao sistema operacional, eu particularmente acho o modelo da Samsung mais atrativo, já que oferece uma interface mais amigável e ainda conta com Gaming Hub mais completo, que permite aproveitar jogos do Xbox Game Cloud, além do Nvidia GeForce NOW.

A faixa de preço, no entanto, é mais convidativa na TV LG, já que sua versão de 55 polegadas custa por volta de R$ 2.800 e já chegou a custar R$ 300 mais barato nos últimos meses. Já a TCL custa por volta de R$ 2.800 a R$ 3.000 na versão de mesmo tamanho, enquanto a Samsung Q60 de 55 polegadas é vendida também na faixa de R$ 3.000, mas sem muita variação no último mês.

Continua após a publicidade

Vale a pena comprar a LG Nano77?

A LG Nano77 é um modelo que vale muito a pena se você está procurando uma Smart TV boa por um preço razoável. Ela está em equilíbrio com modelos intermediários e oferece uma boa qualidade de som e imagem.

Ela só peca um pouco na interface, mas isso é uma questão mais de gosto pessoal e costume, e por entregar conexão Bluetooth mais antiga e não ter suporte ao HDR10+. Sua faixa de preço, porém, está mais convidativa em relação às principais adversárias, então é um bom momento para optar por ela.