Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review ThinkPad X13s | Notebook compacto para trabalhar

Por| Editado por Léo Müller | 04 de Abril de 2024 às 17h04

Link copiado!

Review ThinkPad X13s | Notebook compacto para trabalhar
Review ThinkPad X13s | Notebook compacto para trabalhar
ThinkPad X13s

O ThinkPad X13s Gen 1 é o primeiro notebook com chip Qualcomm da Lenovo a chegar ao Brasil. Voltado para o uso corporativo, o laptop tem medidas e peso bem próximas às de um MacBook Air. Mas será que consegue entregar desempenho e tempo de uso suficientes para um dia de trabalho? É o que veremos nesta análise.

Continua após a publicidade

Design, teclado e tela

À primeira vista, o notebook é compacto com aparência sóbria. Seu acabamento é fosco com uma textura emborrachada, por isso ele não escorrega das mãos. No topo da tampa, a área da webcam é saltada, o que facilita a abertura.

Suas dimensões são semelhantes às de um MacBook Air de 13 polegadas, com espessura de 13,4 mm e 1,06 kg de peso. Ele ainda possui certificação MIL-STD 810H, que confere maior durabilidade mesmo em uso em condições extremas de temperatura, pressão, umidade, vibração e afins.

Aberto, o laptop tem um teclado ABNT2 retroiluminado completo e confortável de usar. Porém, a tecla 'Fn' fica no lugar que geralmente seria o 'Control', o que pode confundir um pouco as coisas.

No centro do teclado fica a famosa TrackPoint, na cor vermelha. Abaixo, um touchpad é opção de controle do ponteiro do mouse para quem prefere algo mais atual. Ele possui botões na parte inferior e opções físicas na parte superior — além de aceitar o toque de um dedo como clique.

Acima do teclado, o botão liga/desliga é, também, um sensor de impressão digital. Pelo que eu testei, é bem preciso e veloz na leitura. As dobradiças parecem robustas e estão em boa posição. Dificilmente ela vai se desgastar com o tempo, e deve oferecer uma boa quantidade de aberturas e fechamentos da tampa.

Continua após a publicidade

A tela tem um painel WVA de 13 polegadas com visualização dentro do esperado. O display é um tipo de LCD com ângulo de visão melhorado, em poucas palavras. De fato, o X13s tem boa visibilidade de diferentes pontos, apesar de eu ter notado um ligeiro escurecimento das cores já perto dos 45 graus.

De resto, nada de especial. A resolução é Full HD, com 1920 x 1200 pixels, e taxa de atualização padrão de 60 Hz. Ou seja, boa nitidez, mas nada acima da média, e fluidez normal, sem animações extras em alguns conteúdos.

Desempenho

Além do processador Snapdragon 8cx Gen 3, o ThinkPad X13s chegou ao Brasil com 16 GB de memória RAM e 512 GB de armazenamento interno. Bastante memória para um notebook corporativo, especialmente em tempos de armazenamento na nuvem.

Continua após a publicidade

O desempenho é bom, se você esperar um notebook confortável para navegar na internet, usar o Pacote Office e talvez algum mensageiro. O foco dele é na CPU, enquanto a GPU integrada serve como apoio para a interface gráfica, mais do que renderizar gráficos complexos.

E isso fica claro tanto nos testes de benchmark como ao tentar rodar jogos. Também fiz um teste de estresse, que mostrou que a CPU segura bem o tranco, sem grande prejuízo à temperatura, que não passou de 65 °C.

Nos benchmarks, as pontuações variam entre laptops mais avançados e mais básicos. No Time Spy, do 3D Mark, o X13s ficou pouco acima dos 852 pontos do Positivo Vision i15. O X13s chegou a 930 pontos, enquanto no Night Raid o número sobe para 13.589, quase os 13.941 do Dell Inspiron 13 5330.

No Cinebench, que é mais focado em CPU, as pontuações já ficaram bem abaixo do modelo compacto e poderoso da Dell. O ThinkPad X13s somou 2.662 no teste de múltiplos núcleos, e 574 no de núcleo único. O Inspiron 13 alcançou 6.393 e 1.589, respectivamente.

Continua após a publicidade

Apps compatíveis

Infelizmente, nem todo aplicativo está adaptado para rodar no Windows ARM. Trata-se da versão do sistema operacional usada no ThinkPad X13s, que é o SO adaptado para os chips da Qualcomm. Alguns dos principais apps já compatíveis, segundo pesquisa do Canaltech, são os seguintes:

Continua após a publicidade
  • Navegador Chrome;
  • Navegador Firefox;
  • Adobe Photoshop;
  • Adobe Lightroom;
  • Spotify (beta);
  • VLC (reprodutor de mídia);
  • Netflix;
  • Zoom;
  • Microsoft Teams;
  • Instagram;
  • X (Twitter);
  • Steam (verificar suporte de cada jogo);
  • Aplicativos da Microsoft (Office, Xbox, OneDrive).

A lista completa é um pouco maior, esses são apenas alguns dos mais usados pela maioria das pessoas. Antes de definir a compra de um notebook ARM, recomendo que você pesquise se os apps que vai precisar são compatíveis. Basta jogar no Google o nome do aplicativo + "é compatível com Windows ARM".

Bateria

O consumo de bateria prometido pela Lenovo é de até 28 horas direto na bateria. No teste do Canaltech, que consistiu em navegação na internet, alguns vídeos e redes sociais, foram 18 horas.

Continua após a publicidade

Foi um uso normal, com brilho da tela em 40%, confortável para uso em um escritório bem iluminado. Essa marca é excelente para aparelhos da categoria, se igualando a resultados de MacBooks com chips da série M da Apple.

A recarga é feita com um carregador de 65 W conectado em uma das portas USB-C. Você pode usar outros carregadores de celular, mas é bom ter em mente que o tempo de preenchimento da bateria será maior. Aliás, o adaptador padrão demora por volta de duas horas e vinte minutos para ir de 0% até 100%.

Conectividade e recursos

Continua após a publicidade

Os conectores físicos do ThinkPad X13s são apenas três: dois USB-C no lado esquerdo, e um P2, para fones de ouvido, na direita. Há, também, uma gaveta para chips SIM de operadoras ao lado deste último.

E aí entramos na conectividade sem fio, que inclui o 5G, além do Wi-Fi 6 de banda dupla e Bluetooth 5.1. Segundo a Lenovo, alguns modelos podem ter uma versão mais atualizada do BT.

Concorrentes diretos

Continua após a publicidade

O principal concorrente do ThinkPad X13s é o MacBook Air. Você ainda encontra o modelo com chip M1 da Apple por menos de R$ 7.000, enquanto a versão mais atualizada com chip M2 sobe para R$ 8.600. Porém, são modelos com 256 GB de armazenamento interno e só 8 GB de RAM, metade do que o laptop da Lenovo oferece.

O ThinkPad X13s vale a pena?

Acredito que o ThinkPad X13s é uma boa opção para quem trabalha em sistema híbrido ou se desloca bastante. O fato de ser compacto e ter suporte ao 5G, aliado a bom desempenho e duração de bateria, o tornam uma boa compra. Porém, a tela poderia ter mais recursos, como Dolby Atmos ou taxa de atualização maior.

Continua após a publicidade

É bom ter em mente que estamos falando de um notebook com preço oficial de R$ 11.000. Ele tem suas vantagens, mas um MacBook Air M1 tão compacto quanto, com mais desempenho e webcam e som melhores, custa a partir de R$ 6.000. E edita vídeos sem sofrer. Portanto, o ThinkPad X13s só será um bom custo-benefício quanto também custar algo próximo de R$ 6.000.