Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Honor Band 7 | Fitness Tracker com ótima tela

Por| Editado por Léo Müller | 19 de Maio de 2023 às 11h27

Link copiado!

Review Honor Band 7 | Fitness Tracker com ótima tela
Review Honor Band 7 | Fitness Tracker com ótima tela
Honor Band 7

A Honor não é mais uma marca pertencente à Huawei, mas isso não significa que os produtos de cada empresa são totalmente diferentes. Um exemplo disso é a Honor Band 7, que é nada além da Huawei Band 7 com o nome da marca trocado.

Se você busca uma pulseira inteligente para monitorar funções corporais e atividades físicas, tem aqui uma boa opção. No entanto, há alguns probleminhas nesta fitness tracker que é importante observar antes de gastar seu suado dinheiro nela.

Eu conto tudo nesta análise. Ao final do texto, espero ter esclarecido tudo e dado um direcionamento para sua decisão ser feita de consciência limpa. Seja optando pela Honor Band 7 ou não.

Continua após a publicidade

🛒 Veja o preço da Honor Band 7 no AliExpress

🛒 Veja o preço da Honor Band 7 no Mercado Livre

Design e tela confortáveis

Continua após a publicidade
  • Dimensões: 43 mm x 25,4 mm x 10,99 mm;
  • Peso: 29 g (18 g sem a pulseira).

Aparência e tela da Honor Band 7 são dois dos maiores diferenciais do produto. O display é menor, em polegadas, comparado ao da Mi Band 7. Mas o formato beneficia o produto, já que o display mais quadrado parece maior, apesar de ter 1,47 polegada, contra 1,62 da rival.

Com mais espaço nas laterais, em vez de ter uma tela esticada em altura, eu achei mais fácil interagir com o sistema. É muito mais raro dar um toque acidental nos itens dos menus ao tentar arrastar o dedo, por exemplo.

Continua após a publicidade

Além disso, a definição da imagem da Honor Band 7 é impressionante. Como disse o Adriano no vídeo, um QR Code super detalhado logo na configuração inicial já dá uma amostra do que esperar da pulseira. E a tela é bastante bonita, em partes também pelo painel OLED de alta qualidade.

O único problema é a ausência do brilho automático. Você tem que selecionar manualmente entre os níveis 1 e 5 para o visor ter a luminosidade mais confortável no ambiente em que estiver usando.

A caixa é feita de polímero altamente durável — ou seja, plástico resistente. A pulseira que vem na caixa é de silicone, e a Band 7 tem resistência de até 5 ATM, então é própria para usar em exercícios na água. Mas não é recomendável mergulhar com ela.

Continua após a publicidade

Configurações, desempenho e usabilidade

E aqui entramos na grande vantagem da Honor Band 7 para a “irmã gêmea” Huawei Band 7. A configuração é bem mais simples no modelo dessa análise, pois o app Honor Saúde está disponível na Google Play Store. Basta ler o código QR exibido na tela da pulseira para ir direto até a página de instalação.

Como já mencionei antes, navegar na pulseira é bem simples e confortável. E não é só pelo formato da tela, a fluidez do sistema operacional também é muito boa. O app é razoavelmente intuitivo de usar no celular, também. Só senti falta de uma maneira mais simples de organizar os widgets.

Não achei como fazer isso pelo app. E, pela pulseira, você precisa ir até as configurações, depois em mostradores do relógio e deslizar para cima até encontrar favoritos. É bem confuso, até pelo nome escolhido para widgets. Mas tudo bem, dá para organizar ali as telas que aparecem ao deslizar para os lados a partir da tela inicial.

Continua após a publicidade

As notificações funcionam mais ou menos bem, e o formato e tamanho da tela oferece espaço confortável para ler boa parte do texto. Fiquei com a impressão de que algumas notificações chegam um pouco atrasadas, e algumas vezes a pulseira tremeu sem ter nada a mostrar.

Por outro lado, faltou um recurso considerado importante atualmente: o NFC. Assim, não é possível utilizar a Honor Band 7 para pagamentos por aproximação. Se você procura um fitness tracker que também tenha tal funcionalidade, é melhor desconsiderar a pulseira da Honor.

Outro problema é o modo não perturbe. Ele não ativa automaticamente junto com o celular, sendo preciso que você vá, manualmente, selecionar a opção na tela da pulseira. Uma falha que, em 2023, já deveria estar corrigida.

Continua após a publicidade

Acompanhamento físico

A Honor Band 7 tem um foco bem grande em saúde. São 96 tipos de exercícios físicos — contando versões indoor e outdoor —, além de monitoramento de frequência cardíaca, saturação de oxigênio no sangue e monitoramento de sono. Também é possível fazer testes de estresse ao longo do dia.

Falando em exercícios, apenas alguns são detectados automaticamente. Caminhada, corrida, elíptico e remo, sejam internos ou externos, podem ser identificados pela pulseira. Ela emite um aviso na tela para você decidir se registrará os dados coletados durante o exercício.

Continua após a publicidade

O monitoramento de sono é um assunto um pouco mais delicado. Já fizemos um comparativo de vários relógios e pulseiras e notamos que os dados dos produtos Huawei e Honor costumam ser bem diferentes. A empresa já explicou o motivo disso para o Canaltech.

No tempo que eu fiquei com a Honor Band 7, não notei nenhum dado muito absurdo no monitoramento de sono. Porém, foram dias em que eu dormi sem interrupções, como seria o sono ideal.

Quanto ao monitoramento cardíaco e do oxigênio no sangue, acredito que não tenha novidades a mencionar. Obviamente que nenhuma pulseira substitui equipamentos médicos, mas é bom ter um acompanhamento para, quem sabe, detectar alguma anomalia a ser examinada com um especialista.

Continua após a publicidade

Bateria e carregamento

A Honor promete até 14 dias de uso ininterrupto da Band 7, ou seja, sem precisar de nenhuma recarga. Eu usei a pulseira direto por pouco mais de dois dias, carregada até 54%. Fiz de propósito para ver se o consumo é maior na segunda metade da carga.

Com notificações ativadas, monitoramento de sono, cardíaco, de SpO2 e de estresse, a carga caiu apenas 20% no período. Ou seja, cerca de 10 pontos percentuais de queda a cada dia, o que daria um consumo total de 10 dias. Desativando algumas funções, dá para tirar os 14 dias prometidos.

A recarga é bem rápida, não demora muito mais do que uma hora. Então, se você aproveitar os 10 minutos de banho por dia para deixar a Honor Band 7 carregando, não vai precisar ficar sem ela em nenhum momento importante. Ela sempre vai estar bem carregada.

Continua após a publicidade

Concorrentes diretos

A Honor Band 7 é uma boa pulseira para monitoramento de atividades físicas, mas há alternativas interessantes. A Mi Band 7 custa o mesmo preço, cerca de R$ 250 com importadores (que não oferecem garantia muito além de três meses conforme a legislação brasileira).

Outra opção é a Realme Band 2, que tem software bastante estável. Mas traz uma interface e o desempenho em si como pontos negativos. Além disso, ela custa cerca de R$ 400.

Continua após a publicidade

Honor Band 7 vale a pena?

Aparência, especificações e até o sistema são todos muito parecidos na Honor Band 7 em comparação com a Huawei Band 7. A única diferença que eu senti em relação à análise do modelo da Huawei é que não tive problemas com a conexão Bluetooth — talvez uma correção de software recente.

Basicamente, a pulseira da Honor é a versão para os ocidentais usarem sem precisar fazer uma “gambiarra” no Android. Fruto do embargo à Huawei, que não afetou a outra marca, que foi oficialmente vendida para outra empresa.

É uma pulseira com tela confortável de usar e excelente para quem quer monitorar a saúde. Mas para quem precisa de notificações sempre instantâneas, talvez não seja a melhor opção no mercado por enquanto. Além disso, não vale a pena trocar uma antecessora por este modelo.

A Mi Band 7, sua principal rival por aqui, tem tela menos confortável a meu ver. Mas é um investimento mais interessante, pois traz menos problemas do que a pulseira da Honor e custa a mesma coisa.

🛒 Veja o preço da Honor Band 7 no AliExpress

🛒 Veja o preço da Honor Band 7 no Mercado Livre