Notebook gamer barato: 5 modelos para comprar em 2021

Notebook gamer barato: 5 modelos para comprar em 2021

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 30 de Julho de 2021 às 15h05
Renan da Silva Dores/Montagem Canaltech

Pensados para usuários que buscam uma máquina potente, mas portátil, ou ainda para aqueles que procuram por uma opção robusta que ocupe menos espaço que um desktop, os notebooks gamer acabaram se tornando uma opção mais atraente com a alta astronômica dos preços de placas de vídeo e outros componentes de PCs gamer.

No entanto, as máquinas compactas também têm um custo, nem sempre muito atraente, resultante da portabilidade. Mesmo assim, ainda há algumas opções relativamente acessíveis, capazes de rodar games recentes, mesmo que em uma qualidade gráfica mais contida.

Neste artigo, o Canaltech lista 5 opções interessantes de notebooks gamer custo-benefício, o seja, você não terá exatamente os modelos mais baratos do mercado mas também não precisará desembolsar uma pequena fortuna caso esteja disposto a abrir mão de maior fidelidade gráfica pela possibilidade de rodar jogos modernos em um pacote mais acessível.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Vantagens e desvantagens dos notebooks gamer

Ao buscar por um notebook gamer, é preciso ter em mente as vantagens e as desvantagens que esse tipo de máquina pode oferecer. A favor desses modelos está o fato de serem portáteis — ainda que alguns modelos mais potentes possam ser bastante robustos e pesados —, é muito mais prático levá-los em mochilas ou malas durante viagens, ou mesmo carregá-los nas mãos de um cômodo da casa a outro do que um desktop.

Os notebooks gamer se destacam pelo desempenho elevado em um conjunto portátil, ainda que não entreguem a mesma performance de um desktop equivalente (Imagem: Reprodução/WCCFtech)

Além disso, caso não tenha a intenção de investir em um monitor e outros periféricos, os notebooks já entregam o pacote completo necessário para tirar proveito dos recursos. Por vezes, opções mais encorpadas oferecem telas mais velozes e com melhor precisão de cores do que alguns monitores que se dizem pensados para o público gamer.

No entanto, por estarem limitados a um espaço menor e a uma bateria, esses aparelhos precisam consumir menos energia e gerar menos calor, o que acaba resultando em desempenho inferior em comparação a um computador de mesa da mesma categoria. Normalmente, montar um desktop com performance equivalente também costuma ser mais barato, já que o formato compacto é levado em conta na hora de se definir o preço de um laptop.

O barato pode sair caro

Outra questão importante é que notebooks gamer "baratos" costumam economizar em pontos importantes para custar menos que opções rivais. Muitos deles são embarcados com apenas um módulo de memória RAM, por exemplo, uma configuração chamada single-channel. Isso acaba afetando o desempenho do processador em jogos que dependam muito de CPU, ponto que discutimos recentemente ao falarmos sobre a quantidade ideal de RAM em um PC gamer.

O ideal é que haja a configuração dual-channel, com dois módulos de RAM, para que, basicamente, mais dados possam ser acessados em um mesmo período, resultando assim em mais desempenho. É preciso estar atento a isso na hora da compra, para que seja possível tirar o máximo de proveito da máquina.

Ao comprar um notebook gamer barato, é importante estar atento às configurações do modelo (Imagem: DragonImages/Envato)

A refrigeração é outro ponto que nem sempre é priorizado em modelos mais baratos, o que pode causar um aquecimento mais elevado da superfície, levando a desconforto no uso ou mesmo à perda de performance. Ainda assim, vale ressaltar que os pontos negativos geralmente são contornáveis, apesar de ser necessário investir uma pequena quantia extra.

Avell A52 Liv

Apesar de ser conhecida pelos notebooks gamer premium que fabrica, a Avell também tem algumas opções interessantes focadas em custo-benefício, considerando o cenário atual. Esse é o caso do A52 Liv, que entrega em sua versão mais básica um conjunto atraente por um preço razoável.

Avell A52 Liv (Imagem: Divulgação/Avell)

O modelo é equipado com processador Intel Core i5 10300H, 8 GB de RAM DDR4 a 2.666 MHz, GPU Nvidia GeForce GTX 1650 Ti, tela de 15,6 polegadas Full HD com taxa de 120 Hz, 256 GB de armazenamento SSD M.2 NVMe, Wi-Fi 6, Bluetooth 5.0 e teclado com iluminação RGB configurável, devendo ser suficiente para rodar jogos recentes em Full HD com qualidade intermediária.

No entanto, a versão básica chega com RAM configurada em single-channel, sendo interessante, ainda que não obrigatório, reservar uma quantia extra de dinheiro para a compra de um kit de memória.

Dell G3

Notebook gamer mais básico da Dell, o G3 recebeu upgrades notáveis em sua geração mais atual, ainda que algumas das modificações tenham resultado em problemas. Em faixa de preço próxima ao modelo da Avell, o aparelho também compartilha de boa parte das especificações, trazendo chip Intel Core i5 10300H, GPU Nvidia GeForce GTX 1650 e tela de 15,6 polegadas Full HD com taxa de 120 Hz.

Dell G3 15 (Imagem: Reprodução/Dell)

Há ainda armazenamento SSD de 256 GB M.2 NVMe, Wi-Fi 5, Bluetooth 5.0 e teclado retroiluminado com leitor de impressões digitais para autenticação no Windows Hello. A primeira grande vantagem do laptop da Dell é a configuração de memória, mais rápida e com dual-channel direto da fábrica. Além disso, é possível configurá-lo com chips mais potentes, ainda que a recomendação seja buscar por máquinas mais completas dependendo do preço dos upgrades.

Em contrapartida, há relatos de problemas com o aquecimento, que podem reduzir a performance. Uma base de refrigeração deve estar na sua lista de compras, para que as temperaturas possam ser controladas mais facilmente.

Lenovo IdeaPad Gaming 3i

A Lenovo também oferece uma opção gamer acessível: o IdeaPad Gaming 3i, com configurações similares aos concorrentes de Dell e Avell. Há por aqui processador Core i5 10300H, GPU GeForce GTX 1650, 8 GB de RAM DDR4 a 2.933 MHz, 256 GB de armazenamento SSD M.2 NVMe, Wi-Fi 5, Bluetooth 5.0 e teclado retroiluminado na cor azul.

Lenovo IdeaPad Gaming 3i (Imagem: Divulgação/Lenovo)

Ainda que a RAM seja veloz como a do modelo da Dell, sua configuração também é single-channel, como o concorrente da Avell. Fora isso, sua tela é Full HD, mas limitada a 60 Hz, o que pode não ser uma desvantagem tão notável dependendo dos games que você mais joga. Por fim, o aparelho da Lenovo também sofre com aquecimento, exigindo uma base de refrigeração para atingir níveis mais altos de desempenho.

Acer Nitro 5

Ligeiramente mais barato que os outros três rivais, e possivelmente uma escolha mais equilibrada, o Acer Nitro 5 tem muitas vantagens frente aos concorrentes, mesmo que suas especificações sejam um pouco mais antigas. O aparelho conta com chip Intel Core i5 9300H, antecessor do 10300H mas com desempenho quase idêntico, acompanhado de GPU GeForce GTX 1650 e 8 GB de RAM DDR4 a 2.666 MHz.

Acer Nitro 5 (Imagem: Divulgação/Acer)

Diferente dos modelos anteriores, o Nitro 5 conta com 128 GB de armazenamento SSD M.2 NVMe, para o sistema e tarefas que exijam velocidade, além de um HD de 1 TB para arquivos maiores. No mais, há Wi-Fi 5, Bluetooth 5.0 e teclado retroiluminado na cor vermelha.

Seus únicos pontos negativos vão para a RAM, configurada em single-channel, e para o display, que traz 15,6 polegadas e resolução Full HD, mas taxa de atualização de apenas 60 Hz.

2AM E550

O 2AM E550 se destaca entre as opções pelas configurações e recursos que oferece. Diferente de todos os concorrentes na mesma faixa de preço, o aparelho chega equipado com um processador dedicado para desktop, e possibilita o upgrade para um chip mais potente dentro da 9ª geração de processadores da Intel. Na prática, isso quer dizer que, se você comprar um modelo equipado com Core i3 9100, poderá substitui-lo por um i5 9400 ou mesmo por um i7 9700.

2AM E550 (Imagem: Divulgação/2AM)

A vantagem é que essas CPUs entregam muito mais desempenho que as versões para notebook presentes nas outras opções. Em contrapartida, sua GPU, uma GeForce GTX 1050 de 3 GB, é significativamente mais fraca, e pode não rodar tão bem jogos mais recentes quanto a GTX 1650 dos concorrentes. Além disso, sua tela de 15,6 polegadas e resolução Full HD é limitada a apenas 60 Hz.

Ainda assim, o restante das configurações é respeitável, e inclui 8 GB de RAM DDR4 a 2.666 MHz, 128 GB de armazenamento SSD M.2 NVMe, HD de 1 TB, Wi-Fi 5, Bluetooth 5.0 e teclado retroiluminado na cor vermelha.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.