Apple vai trocar chips para voltar a vender iPhones 7 e 8 na Alemanha

Por Wagner Wakka | 14 de Fevereiro de 2019 às 13h22
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

A Apple deve tentar mais uma movimentação para fugir da proibição de vender os iPhone 7 e 8 na Alemanha. Por conta de uma ação da Qualcomm, a companhia está desde o ano passado sem poder colocar ambos modelos à venda por conta de um acusação de plágio. Devido a isso, ela vai lançar uma versão modificada de ambos modelos exclusivamente para o país europeu.

O problema seria uma patente da Qualcomm fornecida pela Qorvo e utilizada em chips da Intel. Assim, a Apple agora informou em nota que “não tem escolha” senão trocar a peça em ambos aparelhos por versões da Qualcomm.

Segundo a fabricante do iPhone, esta seria uma movimentação da sua rival nos tribunais para forçá-la a sucumbir a demandas. Em vários casos, eles estão usando patentes que eles compraram ou que não têm nada a ver com suas tecnologia para pressionar a Apple e outras empresas.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ainda, o comunicado acusa a Qualcomm de querer eliminar concorrência “de todas as formas possíveis”. Após isso, a Apple pode voltar a colocar ambos modelos no mercado.

A Maçã ainda conseguiu manter a venda dos iPhone 7 e 8 por conta de revendedores, mas teve de retirá-los das suas lojas oficiais no país. Contudo, foi pressionada para que, nem mesmo nesses espaços, o aparelho entrasse em comercialização. “Durante o processo de recurso, os iPhone 7 e iPhone 8 não estarão disponíveis nas 15 lojas da Apple no país. Os iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR permanecerão disponíveis em todas as nossas lojas”, informou a empresa na época.

Este é mais um episódio da batalha que vivem Apple e Qualcomm ao redor do mundo. No ano passado, a fabricante de chips também conseguiu que modelos de iPhone fossem retirados do mercado chinês. Segundo a Qualcomm, houve violação de duas patentes dela na fabricação dos modelos do iPhone 6s ao iPhone X referentes a mecanismos que permitem usuários editarem e modificarem fotos nos smartphones, além de patentes para gerenciamento de apps por toque. A Qualcomm acusa a Apple de ter implementado tais funções em seus dispositivos usando sistemas da fabricante sem respeitar os documentos registrados.

A Maçã se mantém proibida de comercializar grande parte da sua linha na China.

Fonte: MacRumors

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.