Após processo da Qualcomm, Apple começa a tirar iPhones 7 e 8 da Alemanha

Por Wagner Wakka | 04 de Janeiro de 2019 às 19h00
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

No fim do ano passado, a Apple estava sendo ameaçada de ter de tirar alguns modelos de iPhones de suas lojas por conta de problema de patente com a Qualcomm. Em dezembro, a corte alemã decidiu que a empresa não poderia mais vender seus modelos de iPhone 7 e 8 por conta do problema. Nesta sexta (4), a Apple passou a acatar a decisão no país.

Os juízes alegaram que a Maçã infringiu uma patente da Qualcomm fornecida pela Qorvo. A acusação é de que estes chips possuem uma tecnologia criada pela Qualcomm que evita gastos desnecessários com bateria no envio e recebimento de sinais sem fio.

Em dezembro mesmo, a Apple emitiu um comunicado falando que deveria retirar os produtos das lojas. “Estamos, é claro, desapontados com esta decisão e pretendemos recorrer", disse a companhia em um comunicado. “Todos os modelos de iPhone permanecem disponíveis para os clientes por meio de operadoras e revendedores em 4.300 locais na Alemanha. Durante o processo de recurso, os modelos iPhone 7 e iPhone 8 não estarão disponíveis nas 15 lojas da Apple no país. O iPhone XS, o iPhone XS Max e o iPhone XR permanecerão disponíveis em todas as nossas lojas”, completa.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Contudo, isso só veio a acontecer agora, depois da virada do ano. Com isso, as versões do iPhone 7, 7 Plus, 8 e 8 Plus não constam mais nas lojas físicas e nem mesmo virtuais da companhia. O site MacRumors já constatou que o site da Apple na Alemanha não tem mais ícones para a compra dos produtos.

A Qualcomm gastou mais de US$ 1,5 bilhão para conseguir vencer o processo contra a Apple.

Além da Alemanha, a fabricante de chips também conseguiu fazer com que alguns modelos de iPhones não sejam mais ser vendidos também na China.

Fonte: Android Autority

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.