Confira os principais lançamentos da Intel na Computex 2016

Por Redação | 31.05.2016 às 08:24 - atualizado em 31.05.2016 às 10:07

“À medida que os limites da computação se expandem, a Intel está apresentando o impacto transformacional que a tecnologia causa nas indústrias ao redor do mundo”, disse a companhia em sua apresentação, na qual mostrou seus principais lançamentos na Computex 2016.

PC mais poderoso do que nunca

Entre eles, está o novo processador Core i7 com 10 núcleos, apelidado de Broadwell-E, que deixará o multi-tasking no chinelo. Além da quantidade absurda de núcleos físicos, o processador se diferencia dos demais por ser o primeiro a empregar o chamado “mega-tasking”, que lhe permite realizar até 20 tarefas simultaneamente, sendo duas por núcleo. Outra novidade é que o chip utiliza o Turbo Boost Max 3.0, que amplia a capacidade de processamento do componente. Isso quer dizer que o usuário do Intel Core i7 Extreme Edition será capaz de jogar em resolução 4K enquanto transmite a partida pelo Twitch em Full HD e ainda realiza outras tarefas simultaneamente.

Broadwell-E

Por fim, a Intel também anunciou a chegada da sétima geração de seus processadores, cujo codinome é Kaby Lake. Sem muitos detalhes, a fabricante disse que a novidade estará no mercado até o final deste ano, juntamente com o Apollo Lake, que trará a resolução 4K e o USB-C aos usuários por um preço mais acessível do que as opções disponíveis atualmente.

Servidores mais potentes

Outro processador apresentado no evento, dessa vez para servidores, é o Xeon E3-1500 v5. “À medida que os vídeos se aproximam de representar 80% de todo o tráfego na internet, oferecer conteúdo visual rápida e eficientemente pela nuvem é prioridade máxima para provedores de serviço”, explicou a companhia.

O chip combina a performance da linha Xeon com o poder dos gráficos da linha Iris Pro Graphics P580, que atualmente é o processador gráfico mais avançado da Intel.

Tudo conectado

Apostando definitivamente na Internet das Coisas (IoT), a Intel anunciou o AnyWAN GRX 750 SoC junto ao XWAY WAV500, ambos chipsets para o segmento de home gateway capazes de integrar os equipamentos utilizados no ambiente doméstico em uma só rede. O objetivo, aqui, é atingir o ideal da “casa inteligente”, inteiramente conectada.

Intel AnyWAN GRX 750 SoC e Intel XWAY WAV500

Já para o setor de transportes, a Intel anunciou uma parceria com a taiwanesa Chunghwa Telecom e a SanJet Technology para o desenvolvimento de um dispositivo que analisará o comportamento do motorista e o uso do veículo. Dessa forma, a norte-americana acredita que será possível elaborar a melhor apólice de seguro para cada caso.

5G é o futuro, e o futuro é agora

A Intel acredita que a conexão 5G “transformará nossas vidas ao criar uma sociedade mais inteligente e conectada com cidades inteligentes, veículos autônomos e novas eficiências industriais. Isso porque, enquanto o 4G surgiu para acelerar a troca de dados pela rede, o 5G possibilitará a existência de redes wireless ainda mais poderosas, conectando “coisas” umas às outras, às pessoas e à nuvem, já que as redes serão mais velozes.

Para participar desse processo de transformação, a companhia anunciou uma parceria com a Foxconn - fabricante de componentes para dispositivos móveis - para o desenvolvimento de tecnologias que acelerem a transição entre a conectividade 4G e a 5G no mundo.

Fonte: Intel