Samsung e MediaTek querem fornecer chips 5G para Huawei no lugar da Qualcomm

Por Douglas Ciriaco | 08 de Abril de 2020 às 09h00
MediaTek

Você já deve ter lido por aqui que a Huawei está impossibilitada de realizar negócios livremente com empresas dos Estados Unidos após um banimento imposto pelo governo do país norte-americano. E se esse panorama parece ruim para algumas empresas, para outras ele é visto como oportunidade: é caso de MediaTek e Samsung, que esperam vender chips 5G para a gigante chinesa, como informa o site DigiTimes.

Atualmente, os dispositivos da Huawei saem de fábrica com chips de telecomunicações produzidos pela Qualcomm, como ficou evidente em uma investigação feita linha P40. A explicação para isso é, provavelmente, peças que a companhia chinesa estocou antes de ser proibida de negociar com a sua fornecedora, mas a ideia agora é se tornar independente dessa necessidade.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Aí é que entram as rivais Samsung e MediaTek, que já fabricam seus chips com suporte para a rede 5G e podem dar conta da alta demanda da Huawei por componentes para criar seus próprios processadores. Pensando em um mundo onde o 5G só se tornará mais popular nos próximos anos, fica fácil perceber que a medida do governo dos Estados Unidos pode trazer algum prejuízo para companhias do país, favorecendo negócios de empresas chinesas com firmas de outras localidades.

Quem sabe essa possibilidade não faça com que as empresas voltem a tentar afrouxar as regras imposta pela administração de Donald Trump durante a guerra comercial com a China.

Fonte: DigiTimes

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.