Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Quem são os cinco CEOs mais bem avaliados do Brasil?

Por| Editado por Claudio Yuge | 25 de Abril de 2023 às 15h20

Link copiado!

Freepik/pressfoto
Freepik/pressfoto

O levantamento anual da plataforma Infojobs listou as 50 melhores empresas para se trabalhar em 2023 e, além disso, revelou os cinco CEOs mais bem avaliados por funcionários e ex-funcionários de maneira espontânea. A relação levou em conta a postura profissional em prol da companhia, além do papel do executivo na promoção do bem-estar de seus funcionários.

O diretor-executivo, ou Chief Executive Officer (CEO), de uma empresa tem como principais responsabilidades determinar a direção estratégica da empresa e garantir que os objetivos sejam implementados de maneira eficiente. Além disso, o cargo assume o comando na criação da cultura organizacional, sendo a pessoa a frente das principais decisões e a "cara" da empresa.

Enquanto alguns CEOs se destacam por seus comportamentos polêmicos e contraditórios, — como é o caso de Elon Musk, CEO da Tesla que foi processado por seus acionistas, e o João Ricardo Mendes, CEO da Hurb que renunciou do cargo após comportamentos nocivos com clientes insatisfeitos —, existem bons gestores, que deixaram um legado positivo por onde passaram.

Continua após a publicidade

Confira a lista dos cinco CEOs mais bem avaliados do Brasil, a seguir;

5 diretores-executivos mais bem avaliados do Brasil

1. Sidney Klajner – Hospital Israelita Albert Einstein

O Dr. Sidney Klajner atua como médico do Hospital Israelita Albert Einstein há mais de três décadas e como presidente-executivo há mais de seis anos. Graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em 1991, Klajner foi pioneiro em tratamentos, publicou 11 trabalhos de cirurgia digestiva em revistas internacionais e foi autor de cinco livros. Assumiu como vice-presidente do Einstein de 2010 e chegou à presidência em dezembro de 2016.

2. Liel Miranda – Mondelez Brasil

Liel Miranda se formou em administração pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e construiu uma longa carreira na Souza Cruz, antiga BAT, onde entrou como trainee. Liderou o marketing da empresa em países como China e Canadá e chegou ao cargo mais alto no Brasil em 2017. Dois anos depois, assumiu a presidência da multinacional Mondelez no Brasil.

3. Daniel Justo – Ford Brasil

Daniel Justo ocupa o cargo de presidente da empresa para a América do Sul há quase dois anos. Há mais de 20 anos na Ford, já atuou como diretor de finanças (CFO) para a mesma região. Com um currículo de peso, o executivo é formado em administração pela Universidade Mackenzie, fez MBA no Insper e passou por instituições internacionais como a London Business School e a Universidade de Pittsburgh.

Continua após a publicidade

4. Fernando Parrillo – Prevent Senior

O administrador Fernando Parrillo fundou a Prevent Senior há 26 anos ao lado de seu irmão, Eduardo. A dupla começou operadora de saúde com uma única ambulância, em 1997, comprou uma clínica em Santo Amaro e, na sequência, o primeiro hospital, voltado para a população a partir de 49 anos.

5. Atsushi Fujimoto – presidente e COO da Honda South America

Atsushi Fujimoto é um economista japonês que ingressou na Honda em 1986. Ocupou a posição de diretor de operações (COO) da empresa em países como Malásia, Tailândia e China e assumiu a Honda na América do Sul em abril de 2021.

Continua após a publicidade

O levantamento do portal Infojobs se baseou em mais de 13 milhões de avaliações espontâneas, feitas por funcionários e ex-funcionários das empresas.

Fonte: Infojobs