Nokia compra Alcatel-Lucent por R$ 54 bilhões

Por Redação | 15 de Abril de 2015 às 10h44

Depois de confirmar nesta terça-feira (14) que estava negociando a aquisição de parte da Alcatel-Lucent, empresa francesa de telecomunicações, a Nokia anunciou nesta quarta-feira (15) a compra da empresa em um negócio de € 16,6 bilhões, o equivalente a R$ 54 bilhões. Este valor é mais que o dobro do que a Microsoft desembolsou ao comprar a divisão de celulares da Nokia.

De acordo com um comunicado emitido pela Nokia, as duas empresas assinaram um "memorando de entendimento, segundo o qual a Nokia fará uma oferta pela totalidade das ações emitidas pela Alcatel em uma oferta pública de aquisição na França e nos Estados Unidos". A expectativa é que a conclusão da compra seja realizada em 2016.

A aquisição da Alcatel-Lucent inclui a Bell Laboratories, fundada por Alexander Graham Bell em 1880. O acordo permite a manutenção do nome Alcatel-Lucent pelo laboratório, sendo que todo o restante será transformado em Nokia.

Os acionistas da Nokia irão deter 66,5% do novo grupo. Os 33,5% restantes ficarão sob controle dos atuais acionistas da francesa.

A sede da Nokia Corporation continuará a ser na Finlândia, porém a empresa também manterá os escritórios franceses em atividade e os empregados da Alcatel, o que fará com que seu quadro de funcionários receba mais de 100 mil novos empregados. A aquisição transformará a multinacional em uma grande concorrente da Ericsson, Huawei e, possivelmente, da Cisco.

A fabricação dos celulares da Alcatel é realizada em uma joint venture com os chineses da TCL, o que não significa que a Nokia irá vender apenas aparelhos com Android, visto que a joint venture pode ser desfeita pela companhia.

Como o foco da Nokia agora é o negócio de redes, a empresa também anunciou que está considerando a venda da divisão de mapeamento HERE.

Fonte: The Wall Street Journal

Fonte: http://www.wsj.com/articles/nokia-agrees-to-buy-alcatel-lucent-1429078931

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.