Samsung deve lançar headset de realidade virtual para concorrer com Oculus Rift

Por Redação | 23 de Maio de 2014 às 12h35
photo_camera Divulgação

Conhecida pelos smartphones e tablets da linha Galaxy, a Samsung está prestes a se aventurar no mundo da realidade virtual. De acordo com o site Engadget, fontes familiarizadas com o assunto afirmam que a gigante sul-coreana trabalha em um headset especial para concorrer com o Oculus Rift, recém-comprado pelo Facebook, e o Project Morpheus, da Sony.

Segundo os informantes, o acessório virá equipado com uma tela OLED "tão boa ou até melhor que a segunda versão do kit de desenvolvimento Rift", mas ainda não está claro como o gadget se conectará ao tablet ou celular. Especula-se que a conexão entre os dispositivos será feita através de fios, já que a tecnologia ainda exige respostas imediatas para não quebrar o clima de imersão.

Também não foi especificado se o headset da Samsung consegue acompanhar o movimento de profundidade realizado pela cabeça do usuário. Tanto o Oculus Rift quanto o Projetct Morpheus possuem câmeras separadas que identificam a profundidade ao ler sensores colocados em cada um dos headsets.

Já o design lembra o GameFace Mark 4 VR (foto abaixo), um protótipo criado pela empresa GameFace Labs baseado em uma versão modificada do sistema operacional Android. Alguns desenvolvedores já teriam em mãos os modelos iniciais do novo produto, que são utilizados em conjunto com os aparelhos mais recentes da empresa, como o Galaxy Note 3 e o Galaxy S5.

GameFace Headset

(Foto: Engadget)

Mas e o preço? Bom, sabemos que os dispositivos de realidade virtual ainda são muito caros e com a Samsung não será diferente. Contudo, as fontes disseram ao Engadget que a Samsung planeja oferecer o aparelho por um valor mais em conta que os concorrentes. Procurada pelo site, a companhia seguiu o protocolo do "não respondemos a rumores e especulações".

Outra questão é sobre qual o verdadeiro objetivo da empresa ao lançar um dispositivo rival do Rift e do Morpheus. A ideia inicial é que o gadget funcione principalmente com jogos, mas não se sabe se esses títulos serão produções próprias da Samsung ou games já disponíveis em lojas de aplicativos, já que cada jogo precisa ser adaptado à tecnologia presente no headset. As fontes afirmam que os óculos da Samsung não devem rodar o sistema operacional próprio da companhia, o Tizen, o que coloca em dúvida qual o propósito do suposto novo produto da fabricante da linha Galaxy.

Em todo o caso, a Samsung parece estar disposta a se arriscar em novas áreas do mundo da tecnologia. No ano passado, ela lançou a primeira versão do relógio inteligente Galaxy Gear que, apesar de não ter vendido como o esperado, fez com que a empresa se tornasse líder no segmento dos gadgets vestíveis. Além disso, a companhia terá de apresentar algo realmente inovador frente aos principais rivais se quiser conquistar usuários nesse mercado.

O Oculus Rift, por exemplo, já possui um sucessor: o Crystal Cove. Apresentado na Consumer Electronic Show 2014, o acessório vem com uma tela OLED com 1080p de resolução e é muito mais preciso que sua versão anterior porque vem equipado com vários pontos infravermelho para definir a posição do jogador dentro do game, permitindo que o usuário movimente a cabeça e o corpo com mais precisão.

Enquanto isso, a Sony trabalha no Project Morpheus, voltado exclusivamente para o PlayStation 4. O aparelho também reproduz imagens com resolução Full HD (1080p), aceita fones de ouvido sem fio, é compatível com controles DualShock e PS Move e pode ser usado por jogadores que utilizam óculos de grau. Não há previsão de lançamento oficial nem para o Rift nem para o Morpheus, pois ambos ainda estão em desenvolvimento.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.