Arquivo revela possíveis lançamentos da Apple para 2014: iWatch, iPhone 6 e mais

Por Redação | 11.04.2014 às 10:20 - atualizado em 11.04.2014 às 11:33
photo_camera Divulgação

Os fãs da Apple terão motivos de sobra para comemorar no segundo semestre de 2014 - pelo menos de acordo com o analista Ming-Chi Kuo, da KGI Research. O especialista divulgou nesta quinta-feira (10) um documento que mostra uma linha do tempo com os lançamentos da gigante de Cupertino para este ano, incluindo novos modelos de iPad, iPhone e MacBook, além do tão falado iWatch.

Os novos produtos começam a ser anunciados a partir do terceiro trimestre e o primeiro deles será uma nova adição à família iMac. A máquina não teve muitos detalhes revelados, mas não será nada muito revolucionário, como aconteceu no final do ano passado com o Mac Pro. Kuo afirma que o objetivo da Apple é lançar um modelo mais barato que o atual para que a empresa tenha um computador com preço mais competitivo no mercado e, assim, bater de frente com outros dispositivos de baixo custo.

Após o novo iMac, o analista diz que o iPad Air e o iPad mini com tela Retina serão os próximos gadgets da Maçã a ganhar atualizações logo no final do terceiro trimestre. Kuo também ressalta que os tablets não ganharão mudanças drásticas no design, mas sim na parte interna. Os aparelhos virão equipados com um novo processador A8 e melhorias na câmera traseira, que agora será de 8 MP. Ambos também receberão o leitor de impressões digitais Touch ID, presente atualmente no iPhone 5S.

Outra novidade em relação ao iPad é que, de acordo com Kuo, a Apple está mesmo trabalhando em uma versão bem maior do tablet, com 12,9 polegadas e uma interface aprimorada para suportar as capacidades de um display tão grande e melhorar a experiência dos usuários que optarem por dispositivos como esse. Contudo, assim como apontavam outros rumores recentes, esse modelo maior de iPad não deve dar as caras em 2014 e seu anúncio deve ocorrer apenas no ano que vem.

Apple

(Foto: MacRumors)

Também está previsto para o final do terceiro trimestre deste ano o lançamento do relógio inteligente iWatch. Segundo o analista, ele virá em dois tamanhos diferentes e terá um destaque especial no quesito design. "Seguindo as regras do mercado de moda, prevemos que a parte externa do relógio (carcaça e pulseira) virão em vários materiais. O modelo mais caro da linha iWatch provavelmente vai custar milhares de dólares e os principais concorrentes da Apple pelos próximos dez anos serão as marcas de moda e não as empresas de tecnologia", afirma.

Vale lembrar que, no último ano, a companhia contratou diversos profissionais do mundo da moda para ajudar no desenvolvimento do acessório. Entre eles Angela Ahrendts, a CEO da marca de roupas de luxo Burberry, Paul Deneve, chefe da casa de moda Yves Saint Laurent, e Ben Shaffer, diretor de design da Nike. Além disso, um outro rumor indica que o iWatch poderá vir em versões feminina e masculina.

Ainda no final do terceiro trimestre, a Apple deve colocar à venda a primeira versão do iPhone 6. De acordo com Kuo, o smartphone seguirá os moldes dos aparelhos anteriores, que possuem, em média, tela de 4,7 polegadas. A principal mudança no celular é o posicionamento do botão de energia, que passará da parte superior para a lateral. Na opinião do analista, essa troca vai facilitar a utilização do aparelho com apenas uma mão e sugere que novos aplicativos farão uso mais frequente da tecla.

Já no começo do quarto trimestre, a empresa de Cupertino deve trazer ao mercado uma nova versão da Apple TV, que não teve muitos detalhes revelados. No mesmo período, a companhia também deve lançar um novo modelo do MacBook Air, que deve contar com as mesmas 12 polegadas e tela Retina, mas incluirá novidades como um trackpad sem botão. O notebook será ainda mais fino que a geração atual e dispensar o uso de ventoinha.

Apple

(Foto: Antonio de Rosa)

Apesar do iWatch e dos novos iPads e MacBook Air, a grande expectativa está no iPhone 6. Com previsão de lançamento no quarto trimestre deste ano, o aparelho deve ser o primeiro na história da Apple a vir com uma tela maior que as antigas versões do celular e vir com um display de 5,5 polegadas (1.920 x 1080 pixels de resolução com 401 ppi). O smartphone terá a mesma proporção em termos de largura e comprimento do modelo menor de 4,7 polegadas (1.334 x 750 pixels com 326 ppi).

Ambos os dispositivos terão um processador A8, LPDDR3 de 1 GB, painel LTPS, o leitor de digitais Touch ID, chip NFC com elementos de segurança e câmera de 8 MP aprimorada. Eles serão de 10 a 20% menor que as versões atuais do iPhone e possuirão entre 6,5 e 7 mm de espessura. Acredita-se que os novos iPhones serão os primeiros dispositivos a receber o iOS 8, que teve imagens vazadas no mês passado.

Kuo ainda comenta que o iPhone 6 de 5,5 polegadas será classificado como "phablet" e terá a bateria como um grande diferencial ao modelo de 4,7 polegadas. De acordo com o analista, a capacidade de energia do smartphone será entre 50% e 70% mais eficiente que a do iPhone 6 menor. Outra característica é que a versão maior do aparelho com 64 GB de capacidade de armazenamento será a única a incluir o Touch ID feito de vidro de safira.

Apple

(Foto: Federico Ciccarese)

Todas essas informações foram publicadas no site 9to5Mac. Por isso, é importante lembrar que a Apple não confirma nada oficialmente. No entanto, se essa janela de lançamentos for verdadeira, o segundo semestre promete ser bastante animador para quem é fã de tecnoloia e principalmente da Maçã. Fique de olho no Canaltech para mais novidades!