7 jogos escondidos no Google para matar sua produtividade

Por Caio Carvalho | 31 de Março de 2014 às 11h00

Os easter eggs são bem conhecidos no mundo do cinema e dos videogames. Para quem não sabe, esses pequenos elementos são referências de outras produções da mesma empresa colocadas em um trabalho ou obra atual. Em "The Last of Us", por exemplo, a Naughty Dog misturou ao cenário o próprio logo e até um console PlayStation 3, enquanto que Grand Theft Auto V, da Rockstar, possui alguns segredos ligados a extraterrestres e outros jogos da companhia, como Max Payne 3 e Red Dead Redemption.

Pegando carona nessa brincadeira está o Google que, seja em datas comemorativas ou homenagens, sabe como incluir piadas e ferramentas secretas nos seus próprios serviços. Boa parte desses programas aparecem nos famosos doodles criados pela empresa, mas geralmente em versões limitadas e acessíveis durante um único dia. Outros aplicativos ficam tão escondidos que muitos usuários nem se dão conta de que eles estão ali, bem na página de busca que eles mais acessam.

Selecionamos sete desses easter eggs que escondem games para você jogar agora mesmo, direto da pesquisa do Google. Só tome cuidado para não dar adeus à sua produtividade no trabalho ou na escola.

Atari Breakout

Em maio de 2013 o Google homenageou o aniversário de 37 anos do "Atari Breakout", um dos jogos mais conhecidos lançados para o clássico Atari. Criado originalmente por Nolan Bushnell e Steve Bristow, Breakout foi baseado em uma ideia de Steve Jobs - que em 1976 trabalhava para a Atari - e do parceiro Steve Wozniak. O jogo também foi inspirado em outro título de sucesso do início dos jogos de videogame, o "Pong".

O objetivo é simples: controlando uma barra na parte inferior, você deve manter a bolinha no ar, ao mesmo tempo em que precisa destruir várias fileiras de blocos. Quando todos forem eliminados, você avança para o próximo nível, mas se deixar a bolinha cair, perde uma vida.

Para jogar, vá até a aba de busca por imagens e digite "atari breakout". Logo em seguida, os resultados adquirem o visual do game da década de 1980 e o jogo começa. Você ainda pode compartilhar sua pontuação na rede social Google+ ou retornar à pesquisa por imagens se realmente estiver procurando por figuras do Breakout.

Zerg Rush

Já pensou se um dia o Google parar de funcionar? Bom, isso quase aconteceu em abril de 2012, quando hordas intermináveis de Zergs invadiram o buscador mais usado no mundo e destruíam todos os resultados de pesquisas que os usuários tentavam fazer. Mas calma, porque tudo não passou de mais um easter egg da companhia: o "Zerg Rush". O game faz referência ao jogo StarCraft, da Blizzard, no qual os Zergs são uma raça que possuem a habilidade de enviar um grande número de soldados para enfrentar os oponentes.

Para jogar o game, vá até a página do Google e faça uma busca pelo termo "zerg rush". Assim que a página carregar, várias letras "O" nas cores vermelha e amarela vão começar a atacar os resultados da pesquisa por várias direções, e é aí que você entra para combatê-las. Basta clicar com o botão esquerdo do mouse sobre elas para exterminá-las - cada letra precisa de três cliques para ser eliminada.

Não se preocupe em clicar em cima dos links, pois eles não funcionam durante a jogatina. Seu placar é exibido em uma janela no canto superior direito que conta quantos inimigos você destruiu ("Count") e quantos cliques por minuto você executou ("APM"). Também é possível compartilhar sua pontuação no Google+ ou interromper o jogo clicando no botão X de fechar.

Pac-Man

MATERIA GOOGLE

Um dos primeiros joguinhos a aparecer na página inicial do Google foi o clássico Pac-Man, em comemoração aos 30 anos da franquia que surgiu no console Atari 2600, no início dos anos 1980. Sem muito segredo, o objetivo é comer todas as pastilhas em um labirinto, sem ser alcançado por um grupo de quatro fantasmas. Conforme o jogador avança, os mapas ficam mais difíceis e os inimigos mais rápidos.

Para jogar, acesse o doodle comemorativo dos 30 anos do Pac-Man. Depois, clique no botão "Insert Coin" para inserir uma moeda. Aqui, ainda há um outro segredo: ao clicar duas vezes no mesmo botão, um segundo jogador aparecerá na tela: a Sra. Pac-Man. Seu amigo poderá controlá-la pelas teclas W, A, S e D no teclado.

Um dado interessante: no dia em que o doodle do Pac-Man foi ao ar, em maio de 2010, o buscador do Google registrou recorde de acessos e os usuários gastaram quase cinco milhões de horas jogando o título pelo navegador. Foi feita até uma estimativa de que, se cada internauta que acessou a página custasse US$ 25 por hora, o Google teria lucrado mais de US$ 120 milhões no dia em que disponibilizou o doodle.

Slalom Canoe

Não é novidade que o Google faz homenagens a eventos esportivos como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos. Inclusive, um dos primeiros doodles temáticos da companhia foi dedicado aos Jogos de Sidney, na Austrália, no ano de 2000, com a imagem de um canguru sorrindo e segurando a tocha olímpica.

Durante os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, as comemorações não foram diferentes, mas um doodle interativo chamou atenção: o Slalom Canoe, um mini-game que tinha como foco a canoagem e não outros esportes mais populares da competição, como ginástica ou futebol. O objetivo é passar por entre obstáculos (pedras e checkpoints) num percurso estreito e garantir mais potos no final, que variam de acordo com sua velocidade e manobras.

Doctor Who ("Whodle")

Um dos últimos doodles interativos do Google foi o que comemorou os 50 anos do seriado britânico da BBC, Doctor Who, feito após os pedidos de fãs da série de ficção científica. A novidade foi ao ar no dia 22 de novembro de 2013 e faz uma homenagem ao cientista que viaja no tempo através da máquina TARDIS, um equipamento com o clássico formato de uma cabine antiga da polícia britânica - você também pode visitá-la por dentro usando um easter egg no Google Maps.

O jogo consiste em buscar as seis letras que formam a palavra "Google". O usuário escolhe um entre os 11 Doctors da série para navegar pelo tempo e, em cada fase, precisa escapar de inimigos conhecidos do seriado, como os Daleks, Cybermen e Weeping Angel. O game também executa os mesmos sons da TARDIS, mas adaptados para o estilo 8 bits do título. Para acessar o "Whoodle", nome dado pelos fãs da série ao doodle comemorativo, clique neste link aqui.

Código de Alan Turing

Em junho de 2012, o Google homenageou o matemático britânico Alan Turing (1912-1954), considerado o pai da informática moderna. Ele é tido um dos principais cientistas responsáveis pela formulação do conceito de algoritmo e dos primeiros códigos computacionais. Ficou mundialmente conhecido por decifrar os códigos Enigma - mensagens criptografadas trocadas entre a marinha alemã - e contribuir para a queda de Adolf Hitler.

O doodle comemorativo é inspirado em outra grande contribuição do britânico: o famoso teste de Turing, técnica que consiste em decifrar códigos lógicos que deu origem ao computador como o conhecemos hoje. O joguinho simula o processo de traduzir binário para o alfabeto tradicional e, conforme você acerta a manipulação dos símbolos e funções, a palavra "Google" é formada logo ao lado da numeração.

Clique aqui para acessar o doodle de aniversário dos 100 anos de Alan Turing.

Robert Moog

Outro homenageado pelos doodles do Google foi o engenheiro, músico e inventor Robert Arthur Moog, nascido em maio de 1934 e granhador de um Grammy pelo conjunto da obra em 1970. Moog é mais conhecido porque seu nome foi dado a um sintetizador de bastante sucesso na década de 1960 - a empresa do músico, a Moog Music, continua ativa até hoje.

No doodle que homenageia Moog, o internauta pode brincar com um sintetizador que parece um teclado. A partir daí é só apertar as teclas do teclado ou segurar o cursor do mouse para extrair o som da animação. É possível alterar filtros e efeitos do som original e ainda compartilhar sua criação com outros usuários. Acesse o doogle clicando aqui.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.