Tremores são sentidos em SP e MG após terremoto na Argentina nesta terça (10)

Tremores são sentidos em SP e MG após terremoto na Argentina nesta terça (10)

Por Danielle Cassita | Editado por Rafael Rigues | 11 de Maio de 2022 às 12h43
NASA

Moradores de cidades de São Paulo e Minas Gerais relataram sentir tremores de terra durante a noite desta terça-feira (10), após um terremoto de magnitude 6,8 atingir o norte da Argentina. Segundo os relatos, os abalos foram sentidos na capital paulista e em cidades do interior do estado, e também em Uberlândia (MG).

Quem presenciou os tremores em São Paulo descreveu sentir construções residenciais balançando. Um morador de Osasco afirmou ter sentido seu prédio inteiro tremer, enquanto outro, da cidade de Indaiatuba, relatou que seu apartamento também havia balançado. O Corpo de Bombeiros não registrou nenhum chamado para a ocorrência.

Já em Uberlândia, os moradores de um prédio sentiram um tremor breve, mas forte o suficiente para assustá-los. "O prédio começou a tremer, a balançar. Meu copo, que estava em cima da mesa, começou a tremer. Eu chamei meu marido, a gente saiu correndo do prédio", disse Ana Carolina Silveira Gonçalves, uma das moradoras, ao portal G1.

Ela afirmou que outros moradores também haviam sentido que a estrutura do prédio havia tremido. “Todos ficaram inseguros, com muito medo mesmo, como se fosse um terremoto. Aí mandaram mensagem para não entrar no prédio, para não subir”, relatou. A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros foram acionados e não observaram problemas estruturais no prédio.

O terremoto na Argentina

Os relatos dos tremores de terra em São Paulo e Minas Gerais ocorreram após um forte terremoto atingir a região de Jujuy, na Argentina, a 176 km de profundidade. De acordo com informações do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), os efeitos do tremor puderam ser sentidos em cidades do Chile e do estado de São Paulo.

Indicação do local do terremoto na Argentina (Imagem: Captura de tela/United States Geological Survey)

De forma bem resumida, podemos dizer que os terremotos ocorrem devido à movimentaçao das placas tectônicas. Elas fazem parte da litosfera (a camada externa da estrutura terrestre) e estão sempre se movendo lentamente; as interações entre as placas formam a chamada “zona de tensão”, onde há um esforço contínuo entre elas.

Assim, os terremotos ocorrem quando a tensão supera o limite de resistência das placas rochosas, liberando energia em forma de ondas que viajam pela crosta terrestre. Terremotos também podem ser causados por falhas que causam abalos no interior das placas tectônicas.

Fonte: Via: G1 (1, 2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.