Publicidade

Rios do Alasca ficam laranja e mudança de cor é vista do espaço

Por| Editado por Luciana Zaramela | 12 de Junho de 2024 às 18h16

Link copiado!

Ken Hill/National Park Service
Ken Hill/National Park Service

Nos Estados Unidos, um grupo de pesquisadores observa um estranho fenômeno que deixa laranjas as águas de rios no estado do Alasca — a coloração anormal pode ser vista do espaço. Esses rios também apresentam altas concentrações de metais tóxicos, como ferro, e o pH está excessivamente ácido

A mudança da cor da água do azul cristalino para o laranja é monitorada pelos cientistas do Serviço Nacional de Parques e da Universidade da Califórnia em Davis (UC Davis). 

“Os rios tingidos são tão extensos que podemos vê-los do espaço”, afirma Brett Poulin, professor assistente da UC Davis e autor da atual pesquisa, em nota. “Eles precisam estar muito coloridos para serem observados do espaço”, acrescenta. Anteriormente, imagens semelhantes já foram observadas em um rio de Madagascar.

Continua após a publicidade

Mudança nos rios do Alasca

Os primeiros registros referentes a essa mudança de coloração dos rios do Alasca são de 2008, mas a equipe só descobriu isso após analisar, de forma retroativa, as imagens de satélite da região. Até então, pensava-se que o problema começou apenas em 2018.

No mais recente estudo sobre a questão, publicado na revista Communications Earth & Environment, os cientistas contabilizam pelo menos 75 rios ou córregos alaranjados no Alasca. A tendência é de intensificação do fenômeno nos últimos anos.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Após analisar em laboratório amostras das águas de cor laranja, os pesquisadores observaram altas concentrações de zinco, níquel, cobre e cádmio. Entretanto, o metal mais presente era o ferro, responsável pela mudança de cor e pela tonalidade de ferrugem.

Outro fato curioso é que essas águas estão estranhamente ácidas. O pH médio é 2,3, sendo que o esperado seria 8. Dessa forma, é possível dizer que os rios estão tão ácidos quanto uma porção de vinagre. 

Origem da cor laranja

Os cientistas ainda investigam a origem da cor laranja, mas a principal hipótese está relacionada com o degelo acelerado do permafrost. Em outras palavras, a causa pode ser o derretimento de uma camada, até então, permanentemente congelada do subsolo da Terra. 

Continua após a publicidade

Essa camada de gelo, que permaneceu por milhares de anos congelada, começa a derreter com o aumento médio das temperaturas do planeta. Com isso, os minerais que estavam selados, como o ferro, podem se dissolver e contaminar os rios da região. 

As águas alaranjadas, intoxicadas por metais e ácidas podem causar um desequilíbrio ambiental na região. Isso poderá atrapalhar a desova dos peixes e toda a vida aquática da região, além de comprometer o abastecimento local de água. Entretanto, ainda será preciso acompanhar a intensidade desses desdobramentos.

A seguir, confira imagens da expedição que analisou os rios do Alsca que estão alaranjados:

Continua após a publicidade

Fonte: Communications Earth & Environment e UC Davis