Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

O que é um ciclone bomba?

Por| Editado por Patricia Gnipper | 01 de Fevereiro de 2022 às 09h30

Link copiado!

NASA
NASA

Assim como a maioria das tempestades tropicais, um ciclone surge a partir do encontro do ar quente dos trópicos com massas de ar fria. No entanto, quando este fenômeno atmosférico atinge uma grande intensidade em apenas 24 horas, ele é chamado ciclone bomba.

Ciclones, assim como os furacões, são reconhecidos por sua zona de baixa pressão — localizada no interior destes espirais —, a qual alimenta todo o sistema da tempestade. Mas o que é um ciclone bomba?

O que é um ciclone bomba

Continua após a publicidade

O ciclone bomba é caracterizado por uma grande e intensa tempestade que ocorre entre os trópicos da Terra, mas especialmente por sua velocidade de evolução. Nessa faixa tropical, o fenômeno encontra os ingredientes necessários para se alimentar ao máximo, levando muita chuva e fortes rajadas de vento por onde passa.

À medida que o ar dos trópicos aquece, ele se torna mais leve e sobe na atmosfera. O deslocamento da massa de ar deixa para trás uma área de baixa pressão que passa a puxar o ar mais frio ao redor dele, onde a pressão é alta. A partir daí, o sistema começa a ganhar força até alcançar a estrutura de cone.

Um ciclone bomba surge quando a sua zona de baixa pressão se intensifica em 24 horas, por um processo chamado bombogênese. Basicamente, isso significa que o fenômeno meteorológico encontrou as condições ideais para poder evoluir ao máximo em pouco tempo.

Perigos do ciclone bomba

Normalmente, um ciclone demora a evoluir até alcançar sua máxima intensidade, dando aos meteorologistas o tempo necessário para poder analisá-lo e ver quais áreas serão afetadas por ele.

A animação abaixo, feita com dados de satélites pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), revela a rápida evolução de um ciclone bomba que atingiu os EUA em março de 1993:

Continua após a publicidade

A maioria das tempestades tropicais surge acima das águas quentes dos oceanos e, quando alcança a região costeira, leva um grande volume de precipitação e poderosas rajadas de vento. A intensa chuva provoca severos alagamentos e a ventania, grande destruição.

A expressão “bombogênese” vem da junção das palavras "bomba" e "ciclogênese". Enquanto bomba se refere à natureza explosiva do ciclone, ciclogênese significa que essa força ocorre deste o início do fenômeno. Na zona de baixa pressão de um ciclone bomba, a pressão atmosférica cai para 24 milibares em apenas um dia.

Ciclone bomba no Brasil

Em 2020, um ciclone bomba atingiu o Sul brasileiro, levando ventos de até 120 km/h, além de chuvas torrenciais e uma grande queda na temperatura nas cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Em SC, pelo menos quatro mortes foram confirmadas.

Continua após a publicidade

Milhares de pessoas ficaram sem energia elétrica em cidades do Sul brasileiro devido às fortes rajadas de vento, além de cabos de fibra óptica danificados que deixaram a população sem telefone e internet.

O ciclone bomba surgiu a partir de um ciclone extratropical que se formou sobre o Oceano Atlântico, que, encontrando as condições de temperatura e pressão para evoluir ao máximo, atingiu sua potência de bomba em menos de 24 horas.

Fonte: NOAA, Scientific American