Conheça Daisy, a mais avançada máquina de reciclagem de iPhones da Apple

Por Jessica Pinheiro | 20 de Abril de 2018 às 13h47
TUDO SOBRE

Apple

O Dia da Terra é o próximo evento na agenda da Apple. E para continuar a promover esta importante causa ambiental, uma série de iniciativas foram anunciadas, bem como doações de caridade para dispositivos recebidos como parte do programa Apple GiveBack. Além disso, a companhia de Cupertino também apresenta ao mundo seu robô de reciclagem, chamado Daisy.

Até o dia 30 de abril, para cada dispositivo recebido nas lojas da Apple pelo programa Apple GiveBack, a Maçã promete fazer uma doação à Conservation International, uma organização sem fins lucrativos fundada em 1987 que visa proteger o meio ambiente. A entidade já apoiou 1.200 áreas protegidas e ajudou em intervenções em 77 países, salvaguardando mais de 601 milhões de hectares de áreas terrestres, marinhas e costeiras no processo. A ação da Apple, como incentivo, concederá créditos aos clientes que entregarem seus aparelhos celulares para uma compra nos estabelecimentos, ou a aquisição de um cartão-presente da Apple Store para utilizar futuramente.

O CEO da Conservation International, Dr. M. Sanjayan, comentou que está orgulhoso em firmar esta parceria com a empresa da Maçã para “dar aos consumidores uma ótima razão para” se juntarem ao movimento. De acordo com ele, os “esforços da Apple para usar materiais reciclados em seus produtos representam o futuro da manufatura sustentável”. Ele ainda acrescenta que é assim que se mostra ao mundo como se faz alguma coisa.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

(Foto: Apple Insider)

Já Lisa Jackson, a vice-presidente de meio ambiente, política e iniciativas sociais da Apple, alega que a companhia de Cupertino está “constantemente trabalhando em soluções inteligentes para lidar com a mudança climática e conservar os preciosos recursos” do planeta. Ela também comenta que em “em reconhecimento ao Dia da Terra”, a Maçã está tentando tornar o processo de reciclagem de dispositivos “o mais simples possível”, de modo que todos possam “fazer algo de bom para o planeta através do Apple GiveBack”.

Esta é Daisy

A mais recente versão do robô de reciclagem da Apple, Daisy, é uma máquina usada para desmontar um iPhone – capaz de desmontar modelos do dispositivo móvel e separar os componentes para reciclagem. A máquina é capaz de trabalhar com uma média de até 200 iPhones por hora e, segundo a companhia, tornou mais eficiente a maneira como são recuperados os materiais mais valiosos de cada dispositivo.

A tecnologia utilizada pela empresa de Cupertino foi desenvolvida com base em seus aprendizados com o primeiro robô criado para reciclagem, Liam, que debutou em 2016. Assim sendo, sua sucessora, Daisy, utiliza algumas de suas peças juntamente com outras alterações em seu design. Ambos os robôs foram criados para garantir que a Apple pudesse recuperar materiais dentro de um iPhone, de modo que pudessem acessar componentes que os recicladores tradicionais normalmente não conseguem, além de obterem uma maior qualidade ao conteúdo re-adquirido de cada dispositivo.

(Imagem: Apple Insider)

Desafios para os usuários

As iniciativas da Apple não param por aí. Além das arrecadações e doações e da revelação de Daisy, a empresa planeja aumentar a conscientização sobre o Dia da Terra e, para tanto, os usuários de Apple Watch receberão uma notificação a respeito de um desafio especial ainda nesta sexta-feira (20). A proposta exigirá que os proprietários do relógio inteligente saiam e concluam alguns exercícios por pelo menos 30 minutos no dia 22 de abril.

Aqueles que executarem a tarefa especial com sucesso receberão adesivos exclusivos no iMessage. Além disso, a partir de amanhã (21), as lojas físicas da Apple em todo o mundo também homenagearão o Dia da Terra, adicionando decalques e logotipos com folhas verdes.

Agenda ambiental

A Apple já possui um histórico de promover o ambientalismo e criar programas internos para tornar a empresa mais ecológica. Dentre as atividades já promovidas pela companhia de Cupertino, está a proteção e criação de florestas que possam compensar suficientemente todo o papel usado nas embalagens de seus produtos, alcançando assim um efetivo impacto nulo na fibra virgem de todo o mundo.

(Imagem: Apple Insider)

No início deste mês, a Maçã também anunciou que toda a sua operação global, incluindo escritórios a lojas de varejo, será totalmente alimentada por recursos de energia renovável. Eles também conseguiram convencer 23 empresas parceiras listadas em sua cadeia de fornecimento a se comprometerem em atingir 100% de uso de energia renovável no futuro – uma tarefa que parece extremamente difícil e limitada, mas que o CEO Tim Cook garante que vai continuar ampliando de todas as maneiras possíveis, utilizando os materiais de seus próprios produtos, suas iniciativas de reciclagem, suas instalações e todo o trabalho com fornecedores. A ideia é “estabelecer novas fontes criativas e voltadas para o futuro de energia renovável, porque sabemos que o futuro depende disso”, acrescenta o diretor.

Mais recentemente, a Apple se opôs a uma proposta da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, que visava revogar o Plano de Energia Limpa. A causa visava estabelecer padrões e reduzir as emissões de gases do efeito estufa em usinas de energia, e em vista da extinção desta iniciativa, a companhia de Cupertino argumentou que os investimentos feitos em energia renovável seriam comprometidos.

Fonte: Apple Insider, The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.