Apple revela Liam, um robô especializado em desmontar iPhones para reciclagem

Por Redação | 29 de Março de 2016 às 00h28

Desmontar iPhones não é das tarefas mais simples, uma vez que a Apple tem como tradição montar equipamentos cuja construção é, digamos, um pouco complicada. Para rebater essas críticas, a companhia de Cupertino anunciou na semana passada, durante o evento ocorrido no dia 21 de março, o robô Liam, que é capaz de desmontar um iPhone inteiro em apenas onze segundos.

Liam

Liam, o sistema robótico que desmonta um iPhone 6 em apenas 11 segundos (Reprodução: Reuters)

Liam conseguirá, então, separar as peças do aparelho que são mais valiosas para reciclagem e reaproveitamento, incluindo as feitas de materiais como alumínio, cobre e tungstênio. O sistema robótico já estava sendo desenvolvido há pelo menos três anos, sem alardes, e seu foco inicial é desmontar e reciclar apenas iPhones 6 – sendo capaz de, futuramente, trabalhar com modelos mais antigos também.

Desde o mês passado Liam vem operando em sua capacidade máxima (ou seja, levando 11 segundos para desmontar cada aparelho danificado). Isso significa que a partir de agora a Maçã conseguirá encaminhar para reciclagem peças de alguns milhares de iPhones por ano – número que parece grande, mas pode não ser tanto assim se considerarmos que a companhia vendeu mais de 231 milhões de iPhones somente em 2015.

Contudo, a iniciativa é mais do que bem-vinda e até mesmo o Greenpeace, organização não governamental que atua internacionalmente em questões relacionadas à preservação do meio ambiente e ao desenvolvimento sustentável, mencionou o robô Liam como um exemplo a ser seguido por demais fabricantes de equipamentos eletrônicos.

Liam

Lisa Jackson, vice-presidente de meio ambiente e iniciativas sociais da Apple (Reprodução: Reuters)

De acordo com Lisa Jackson, vice-presidente de meio ambiente e iniciativas sociais na Apple, o sistema robótico Liam nasceu para impulsionar o setor de tecnologia a se engajar em questões ambientais envolvendo reciclagem. Em entrevista à agência Reuters, a executiva contou que o Liam consiste em um sistema de 29 módulos robóticos localizado próximo à sede da empresa, em Cupertino.

Jackson também revelou que um segundo sistema Liam está em fase de desenvolvimento e será instalado na Europa – apesar de não ter especificado ainda em qual local exato o segundo robô funcionará.

Fonte: Reuters

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.