Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

DirectStorage entrega jogos mais rápidos nos Windows 10 e 11

Por| Editado por Bruna Penilhas | 16 de Março de 2022 às 11h48

Link copiado!

Reprodução/Microsoft
Reprodução/Microsoft

A Microsoft anunciou a chegada oficial do DirectStorage aos jogos de computador. Agora, PCs que tenham armazenamento em SSDNVMe e placas de vídeo dedicadas poderão agilizar a velocidade de carregamento dos jogos.

A tecnologia estreou nos Xbox Series X|S, lançados no fim de 2020, como uma das principais novidades da 9ª geração. Além de diminuir os tempos de carregamento, a API também permitirá que os jogos sejam maiores e mais detalhados.

Continua após a publicidade

Como o DirectStorage funciona?

Atualmente, um jogo de PC utiliza o processador e a memória RAM para carregar todos os elementos de um jogo. O problema é que esses componentes conseguem carregar apenas um elemento por vez, o que é bem demorado. Depois que esse processo é feito, só então os dados vão para a placa de vídeo.

Com o DirectStorage, isso muda. Em vez de mandar os dados para o processador, o SSD os envia diretamente para a placa de vídeo. Com a GPU e a memória RAM trabalhando em conjunto, vários elementos podem ser carregados juntos, em simultâneo, agilizando o processo inteiro.

Quando os jogos vão suportar o DirectStorage?

Como é uma tecnologia recente, ainda não temos games que façam proveito da nova API. Os desenvolvedores já tinham acesso a uma prévia desde julho de 2021, mas apenas agora eles poderão implementá-la nos seus jogos.

A primeira grande produção a adotar o DirectStorage será Forspoken, da Luminous Productions e da Square Enix, cujo lançamento será em 11 de outubro, para PC e PlayStation 5. Eles devem explicar na GDC (Game Deverlopers Conference), em 23 de março, como trouxeram a tecnologia para o game, inspirando outros desenvolvedores a fazer o mesmo.

Continua após a publicidade

Uma boa notícia é que o DirectStorage funcionará tanto no Windows 10 quanto no Windows 11, embora a Microsoft ressalte que a tecnologia foi projetada para o novo sistema operacional, que, segundo a empresa, “tem as mais recentes otimizações de armazenamento, e é o nosso caminho recomendado para jogar”.

Além disso, você precisará ter um SSD NVMe instalado no computador — e não um SSD SATA ou um HD tradicional —, pois sua estrutura interna já otimiza e acelera o acesso aos dados. Talvez essa seja uma bora hora para fazer aquele upgrade no seu PC…

Continua após a publicidade

Fonte: How-To Geek, Microsoft (1, 2), The Verge