Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Conheça a AltStore, loja alternativa de apps para iOS

Por| 02 de Outubro de 2019 às 12h25

Link copiado!

Unsplash
Unsplash
Tudo sobre Apple

O desenvolvedor de aplicativos para iOS, Riley Testut, acaba de lançar um projeto audacioso e que, segundo ele próprio, promete abalar todo o ecossistema da Apple. Chamada de AltStore, essa empreitada nada mais é do que uma loja de aplicativos que aparece como alternativa à App Store e que terá programas próprios. Como grande destaque inicial, o desenvolvedor disponibilizará um emulador completo para games da Nintendo: o "Delta" é capaz de rodar títulos do NES, Super Nintendo, Game Boy, Game Boy Advance e Nintendo 64, incluindo um suporte a controles da atual geração, desde que sejam compatíveis com a conectividade MFi.

O Testut lançou o AltStore na semana passada, em um formulário de visualização antecipada, com o emulador Delta completo como um dos aplicativos disponíveis na loja. Ele já está disponível como um projeto de código aberto no GitHub. Por enquanto, uma versão mais simples do Delta, chamada Delta Lite, está disponível para download e suporta apenas jogos do NES.

Pode isso, Arnaldo?

Continua após a publicidade

Você pode estar se perguntando: como exatamente Testut foi capaz de distribuir não apenas seu próprio emulador, mas também toda a sua própria loja de aplicativos alternativos? Segundo ele, "é um método simples, mas resistente", após anos de explorações e outros truques que as comunidades de desenvolvedores e jailbreak do iOS inventaram para contornar as restrições da Apple. Testut, de fato, expôs um desses truques em 2014, quando ele usou o Apple Developer Enterprise Program, projetado para possibilitar que as empresas distribuíssem software internamente, como uma maneira de permitir que qualquer pessoa instalasse seu emulador anterior e que também rodava jogos da Nintendo, o GBA4iOS.

A Apple fechou o cerco em relação ao programa corporativo nos últimos anos, especialmente depois que descobriu que o Facebook e o Google estavam fazendo mau uso da plataforma para distribuir aplicativos VPN a consumidores regulares, violando suas regras de desenvolvedor. O programa corporativo também está sob controle total da Maçã, o que significa que a empresa pode revogar o acesso a qualquer pessoa a qualquer momento. Testut explica, no entanto, que o método pelo qual ele instalou e criou a AltStore é mais difícil de ser interrompido ou desligado.

Isso envolve a instalação do aplicativo AltServer complementar no seu Mac ou PC com Windows, a conexão do dispositivo iOS e a instalação manual do software AltStore no telefone ou tablet. Isso exige que você também insira seu Apple ID com uma senha específica do aplicativo, que pode ser gerada online no portal de gerenciamento Apple ID dedicado, da própria Maçã.

"Uma vez que o software está no seu telefone, ele se torna indistinguível do software que você desenvolveu, compilou no Xcode e instalou no seu próprio dispositivo", diz Testut. O AltStore também usa a sincronização Wi-Fi do iTunes para garantir que o aplicativo seja atualizado semanalmente, para evitar ser removido à força do dispositivo após sete dias, de acordo com o modo como os aplicativos não instalados pela App Store funcionam no iOS.

Esse funcionamento é bem parecido com a ferramenta Cydia Impactor, que também serve para instalar arquivos de aplicativos iOS. No entanto, em vez de permitir a instalação de arquivos de aplicativos aleatórios, ele instala uma loja de apps inteira, capaz de distribuir seu próprio software secundário.

Isso não significa, no entanto, que a Apple não possa remover a loja. Pode haver algum método para fazê-lo, mas Testut diz que "não tem certeza de que seria fácil para a Apple fazer nisso sem remover a capacidade de desenvolvedores de programas 'faça-você-mesmo', escolas e outras organizações que dependem dessa infraestrutura básica do iOS para criar aplicativos de teste e software para uso interno".

Continua após a publicidade

Para testar a loja AltStore, basta acessar a este link.

Fonte: The Verge