O que é VP9?

Por Douglas Ciriaco

VP9 é um codec de vídeo desenvolvido pelo Google que permite o streaming de vídeos em HD, Full HD e até 4K sem comprometer a sua conexão com a internet. Em outras palavras, o VP9 executa vídeos com resoluções avançadas sem ocupar mais da sua banda larga, garantindo, assim, a qualidade da reprodução consumindo metade da quantidade de conexão consumida por outros codecs.

Apontado por muitos como o futuro do streaming de vídeo, a tecnologia open source já é utilizada por gigantes do setor, como YouTube e Netflix. De acordo com o portal de vídeos do Google, apenas em 2014, mais de 25 bilhões de horas em vídeo VP9 foram vistas no site. “Bilhões das quais não seriam executadas em alta definição sem os benefícios de consumo de banda do VP9”, garante o engenheiro de software do YouTube, Steven Robertson, em postagem no blog oficial do portal.

Os principais navegadores da atualidade já apresentam suporte para esta tecnologia, garantindo, assim, a sua execução junto do player em HTML5, formato também suportado pelos principais browsers da atualidade.

Como isso acontece?

O trabalho de um codec é lidar com um grande volume de dados e torná-lo gerenciável também em outros formatos, deixando tudo mais leve e funcional. Assim, ele comprime o conteúdo e, no mundo ideal, faria isso sem abrir mão da qualidade - mas não é assim que acontece com todos os codecs.

Sem esse tipo de recurso, o streaming de vídeo seria basicamente impossível, pois os vídeos viriam em arquivos gigantes impossíveis de serem transmitidos via internet. A vantagem do VP9 está justamente em oferecer mais qualidade por byte de vídeo executado, permitindo a transposição de conteúdos pesados para formatos mais leves e suportáveis.

Resolução melhor na mesma velocidade

O VP9 prioriza a nitidez das imagens na hora de fazer essa transição, usando transformações assimétricas para garantir que mesmo sequências de vídeo mais pesadas possam ser transmitidas sem travamentos ou ruídos. Isso permite que conteúdos em alta resolução sejam reproduzidos de forma mais fluída sem que haja upgrade e velocidade de conexão.

O objetivo de serviços como Netflix e YouTube é permitir que você possa assistir aos vídeos em seu computador sem ter que esperar até que eles sejam carregados em buffer — ou seja, a ideia é que você acesse um vídeo e comece a visualizá-lo de imediato. O VP9 facilita a transição das informações e permite que quem via vídeos dessa forma, sem esperar, em 480p, passe a fazer o mesmo em 720p (HD).

Fontes: The WebM Project, Google Developers e YouTube Engineering and Developers Blog