SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

NVIDIA funda empresa de chips sob demanda para IA, consoles e mais

Por| Editado por Jones Oliveira | 12 de Fevereiro de 2024 às 21h15

Link copiado!

Divulgação/NVIDIA
Divulgação/NVIDIA
Tudo sobre Nvidia

Em vez de bater de frente com a chegada de mais concorrência no setor de IA e manter hegemonia no segmento, a NVIDIA está optando por diversificar suas operações. Recentemente, a empresa fundou uma nova subsidiária voltada para criar chips sob demanda para diferentes mercados além do de IA, investindo também nos setores de consoles, automotivo e telecomunicações.

Até o momento, a empresa estava quase que exclusivamente focada em produtos para infraestrutura de servidores HPC, computação em nuvem e IA generativa. Ao que tudo indica, a nova empresa irá utilizar a expertise da NVIDIA em IA para entregar soluções personalizadas para nichos mais pulverizados do mercado consumidor, e é provável que mais detalhes sejam revelados durante a Nvidia GTC, em março.

Continua após a publicidade

Diversificando operações 

O maior problema de dominar um único segmento é que, apesar do rápido crescimento de lucratividade, a queda de receita também será muito acentuada caso ele se configure em uma bolha. Tanto por isso, a estratégia inicial da Intel e AMD para o mercado de IA já foi de investir em produtos em escala para vários setores, facilitando a adoção de seus produtos e minimizando riscos a médio e longo prazo.

Ainda assim, ao menos parte dessa nova concorrência também mira no setor de infraestrutura pesada, que atualmente é composto praticamente apenas por aceleradores NVIDIA H100 e GH200. Dessa forma, no lugar de tentar manter uma dominância de mercado, a empresa está de olho em, também, entregar produtos em escala, para ganhar espaço - e contratos - ao passo que estes novos setores também se modernizam.

Continua após a publicidade

Segundo a Reuters, a NVIDIA já teria iniciado negociações com Amazon, Meta, Microsoft, Google e OpenAI para fabricar os chips personalizados para essas empresas integrarem às suas soluções de IA proprietárias. Além disso, a NVIDIA também está desenvolvendo processadores ARM para PCs e fazer frente a Intel e AMD que, atualmente, são os dois players relevantes do setor.

No final de 2023, a NVIDIA ainda anunciou uma série de investimentos e parcerias nos setores de veículos autônomos, telecomunicações, e rumores recentes ainda colocam a empresa na corrida contra Intel e AMD para fornecer a APU dos novos Xbox. Com cada vez mais companhias buscando chips próprios para seus serviços, analistas sugerem que o crescimento projetado para setor de chips personalizados é de US$ 30 bilhões para o próximo ano, justificando o movimento da NVIDIA de abrir uma subsidiária para atender novos clientes em potencial.

Continua após a publicidade

Fonte: Reuters