SAPPHIRE Radeon RX 570 Duo surge em imagens com duas GPUs para criptomineração

SAPPHIRE Radeon RX 570 Duo surge em imagens com duas GPUs para criptomineração

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 13 de Agosto de 2021 às 12h00
DOOMer/saraba1st

O forte crescimento da criptomineração é um dos motivos pelos quais os preços de placas de vídeo dispararam nos últimos meses, trabalhando em conjunto à escassez de semicondutores para afetar os estoques. A situação forçou as principais fabricantes de GPUs do mercado a tomar medidas para que os produtos pudessem de fato chegar às mãos dos jogadores.

A Nvidia, por exemplo, limitou o desempenho de criptomineração da família GeForce RTX 3000 e anunciou a linha CMP, dedicada exclusivamente a esse público. Menos radical, a AMD optou por ajustar a maneira pela qual a compra das placas é realizada, através de seu site oficial, aumentando a frequência com que os estoques são repostos.

Agora, ao que parece, a SAPPHIRE, uma das principais parceiras da AMD, entrou no combate com uma novidade bastante curiosa, flagrada em publicação no fórum chinês Sabara1st.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Radeon RX 570 Duo mostra potência em fórum chinês

O usuário identificado como DOOMer publicou imagens de uma placa de vídeo inédita da SAPPHIRE equipada com duas GPUs Polaris 10, mesma utilizada na Radeon RX 570, o que levou o modelo a ganhar o apelido de "Radeon RX 570 Duo". A solução parece ser focada em criptomineração, ainda que mantenha saídas de vídeo, o que indica que também pode ser usada para jogar.

Cada chip Polaris 10 traz 2.048 núcleos, rodando a clocks de 1.150 MHz e acompanhado de 8 GB de VRAM GDDR5 a 2.100 MHz, em uma interface dupla de 256-bit, totalizando assim 16 GB para toda a placa.

Há dois conectores de 8 pinos, ainda que o conjunto consuma apenas cerca de 125 W — acredita-se que esse TGP esteja sendo reportado de maneira incorreta, no entanto, já que uma RX 570 tradicional atinge os 150 W, ponto reforçado pela presença dos dois conectores.

Os testes de DOOMer mostram que a solução consegue entregar 60 MH/s (megahashes por segundo, a capacidade de cálculos de criptomineração da placa), mantendo as temperaturas relativamente baixas, entre 60 e 65 °C.

(Imagem: DOOMer/saraba1st)

O problema fica por conta do preço — o usuário afirmou ter pago 5.300 yuan pelo componente, algo em torno de R$ 4.310, ou US$ 818, em conversão direta e sem impostos. O valor é bastante salgado se considerarmos o que a proposta entrega, especialmente comparado a algumas soluções com hardware mais recente.

Relação de performance por Watt é questionável

O alto custo não é o único ponto questionável na RX 570 Duo, já que seu nível de performance por Watt também não é dos melhores. A recém-lançada Radeon RX 6600 XT mostra-se significativamente mais interessante para criptomineração, ao entregar 32 MH/s com consumo de 75 W, nas condições ideais.

A nova RX 6600 XT teria melhor custo-benefício para criptomineração do que a RX 570 Duo (Imagem: Reprodução/WCCFTech)

Adquirir duas delas não seria apenas mais barato, custando algo em torno de US$ 760 (cerca de R$ 4.000), como também garantiria o mesmo desempenho em um envelope de consumo garantidamente menor, na casa dos 150 W.

O site Tom's Hardware teoriza que a RX 570 Duo seja, na verdade, resultado de um estoque remanescente de chips Polaris 10, do qual a SAPPHIRE pretendia se livrar. A suposição tem forte embasamento, levando em conta que a solução era fabricada pela GlobalFoundries, fundição que já não possui mais relações com a AMD.

Fonte: WCCFTech, Tom's Hardware

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.