Mais placas da Nvidia vão limitar mineração de criptomoedas

Mais placas da Nvidia vão limitar mineração de criptomoedas

Por Felipe Demartini | Editado por Jones Oliveira | 20 de Maio de 2021 às 09h00
Nvidia

A Nvidia anunciou nesta terça-feira (18) que mais placas de vídeo da série RTX passarão a ter suas capacidades de mineração de criptomoedas limitadas. De acordo com a companhia, os modelos 3060 Ti, 3070 e 3080 também passarão a contar com o selo LHR nas unidades que chegarem ao mercado a partir do final deste mês, indicando que as possibilidades de uso para esse tipo de processamento foram cortadas pela metade.

No comunicado, a empresa aponta esta como mais uma medida para controlar o mercado de GPUs, que vem sofrendo com severos aumentos de preço enquanto o interesse pela modalidade financeira só cresce. Em fevereiro, a companhia já havia anunciado que a RTX 3060 seria a primeira a contar com esse tipo de limitador; agora, ele chega aos outros modelos da linha mais poderosa da fabricante.

A sigla LHR significa “Lite Hash Rate” e indica que a taxa de obtenção dos ativos será menor quando as placas forem utilizadas para esse fim. De forma a atender melhor aos anseios do mercado, também em fevereiro a Nvidia anunciou o lançamento de placas voltadas especificamente ao segmento de criptomoedas, que, por sua vez, não serão capazes de executar atividades ligadas a jogos e recursos gráficos — basicamente, a ideia é dividir o mercado entre as duas propostas bem distintas, sem que uma interfira na outra.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Segundo a Nvidia, a mudança não afetará os modelos já comprados pelos usuários ou disponíveis no mercado, no que vem sendo encarado como um possível gerador de uma corrida às lojas e aumento ainda mais perceptível nos preços, enquanto os mineradores tentam garantir os últimos modelos sem limitação disponíveis. Após isso, entretanto, é possível que os anseios da fabricante se tornem mais realistas.

No comunicado, a empresa também falou que tem recebido feedbacks positivos do mercado em relação à sua oferta de placas voltadas à mineração. São quatro modelos vendidos no mercado internacional a partir de US$ 599; segundo a empresa, a expectativa é de que os componentes gerem um faturamento de US$ 150 milhões para a companhia, o triplo das estimativas da época do lançamento da tecnologia.

Fonte: Nvidia

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.