SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

O que é AMD Ryzen Threadripper?

Por| Editado por Jones Oliveira | 15 de Outubro de 2023 às 11h30

Link copiado!

Divulgação/AMD
Divulgação/AMD
Tudo sobre AMD

Os AMD Ryzen Threadripper são processadores de altíssimo desempenho que surgiram para preencher a lacuna existente entre as CPUs AMD Ryzen para desktop e os AMD EPYC para servidores. E a história deles começa a ser contada lá atrás, quando a empresa começou a lançar componentes com mais de um núcleo.

O ápice disso aconteceu antes da geração Ryzen, com os FX Piledriver. Com 4 núcleos, 8 threads e frequências de até 5GHz, seu desempenho era quase imbatível, principalmente em atividades complexas. A intenção da AMD com isso era, já naquela época, aproximar os desktops de alto desempenho (HEDT) do consumidor final.

Apesar de conseguirem executar algumas aplicações profissionais, os FX Piledriver ainda pertenciam ao lineup domésticos da empresa, ficando abaixo dos Opteron exclusivos para servidores. Além disso, seu custo de produção e preço representavam um problema para a AMD situá-los no mercado.

Continua após a publicidade

Com a arquitetura Zen e a série Ryzen, a AMD decidiu adicionar um novo braço à sua linha de processadores, para minimizar essa confusão. Com isso, surgiu a série de processadores série Ryzen Threadripper.

O que é um AMD Ryzen Threadripper?

O Ryzen Threadripper ainda é um CPU para desktops com arquitetura x64 (x86), mas projetado especificamente para computação de alta performance. Na prática, seu uso principal é em tarefas com cargas de trabalho extremamente exigentes, como renderizações pesadas, cálculos de modelos científicos e processamento de dados, por exemplo.

Continua após a publicidade

Até então, realizar operações desse tipo dependia quase exclusivamente de mainframes grandes, complexos e com custos de operação elevados. Os Threadripper representam o meio do caminho entre os servidores dedicados e o desktop padrão.

Estes processadores trazem chipsets exclusivos com mais recursos que um Ryzen padrão, de contagem de núcleos a pistas PCIe e canais de memória. No entanto, seu formato reduzido permite criar estações de trabalho menores, mais versáteis e consideravelmente mais baratas que mainframes.

Threadripper x Ryzen comum: diferenças

Continua após a publicidade

A primeira diferença notável entre os AMD Ryzen Threadripper e os Ryzen convencionais é a contagem de núcleos. Enquanto a primeira geração Ryzen 1000 trazia modelos com no máximo 8 núcleos e 16 threads, os primeiros Threadripper 1900 tinham configurações de 8/16, 12/24 e 16/32, com até o dobro de núcleos e threads dos CPUs mainstream.

Comparativo: Ryzen 9 7950X — Threadripper Pro 5000 WX
Ryzen 9 7950XTR Pro 5995WXTR Pro 5975WXTR Pro 5965WX
SocketAM5sWRX8sWRX8sWRX8
ArquiteturaZen 4Zen 3Zen 3Zen 3
Núcleos/Threads16/3264/12832/6424/48
Frequência (base)4,5 GHz2,7 GHz3,6 GHz3,8 GHz
Frequência (boost)5,7 GHz4,5 GHz4,5 GHz4,5 GHz
Cache L364 MB256 MB128 MB128 MB
Pistas PCIe 4.028128128128
Canais de memória2888
Capacidade de memória128 GB (DDR5)2 TB (DDR4)2 TB (DDR4)2 TB (DDR4)
Projeto Térmico170W280W280W280W
Preço sugerido (US$)6996.4993.2992.399

Como os Threadripper focam em operação constante e intensa, suas frequências são menores que as dos Ryzen topo de linha. Enquanto o TR Pro 5995 WX tem clocks de até 4,5 GHz os Ryzen 9 7950X chegam aos 5,7 GHz em turbo.

Ainda assim, o projeto térmico e quantidade de cache dos TR é maior. Atualmente, o Ryzen mais potente traz um TDP de 170W e 64MB de Cache L3, contra TDPs de 280W e 256 MB de cache L3 nos TR Pro 5000. Na próxima geração esses números saltam ainda mais, chegando a 380W e 392 MB de cache.

Continua após a publicidade

Outra diferença importante é o número de pistas PCI Express e canais de memória. Os Ryzen padrão contam com até 28 pistas PCIe contra 128 dos Threadripper. A maioria dos Ryzen utilizam dual-channel, com modelos específicos — que exigem chipsets mais robustos — chegando a quad-channel, mas em ambos os casos com kits de até 128 GB.

Os Threadripper, por sua vez, trazem oito canais com limite de até 2 TB de RAM. Dessa forma, mesmo ainda sendo considerados desktops, os TR conseguem executar tarefas extremamente intensas, indo muito além do que é possível na linha Ryzen.

Continua após a publicidade

Principalmente pelas funcionalidades adicionais, como pistas PCIe e capacidade de memória, alguns usuários entusiastas optam por criar setups com esses modelos, apesar do preço bem mais elevado que os Ryzen convencionais.

Quanto custa um Ryzen Threadripper?

Como estamos tratando de um processador voltado para uso profissional, é natural que ele seja bem mais caro. Os Threadripper mais simples, com 12 e 16 núcleos, não são vendidos separadamente, sendo encontrados apenas em soluções pré-montadas (OEM)

A série TR Pro 5000 WX, ultima lançada comercialmente até o momento, conta com três modelos disponíveis para kits DIY (Do-it-Yourself):

Continua após a publicidade
  • TR Pro 5965WX: 24 núcleos e 48 threads; preço sugerido de US$ 2,4 mil
  • TR Pro 5975WX: 32 núcleos e 64 threads; preço sugerido de US$ 3,3 mil
  • TR Pro 5995WX: 64 núcleos e 128 threads; preço sugerido de US$ 6,5 mil

Já a série TR Pro 7000 WX, ainda não disponível, muda um pouco esse lineup para o consumidor final. Os modelos XX65 saem de linha, os 7975 mantêm a contagem de núcleos e threads, os 7985WX chegam com contagem de 64/128 e os 7995WX adotam 96 núcleos e 192 threads. Evidentemente esse movimento deve impactar no preço final, possivelmente deixando eles ainda mais caros.

Qual o Ryzen Threadripper mais potente?

Atualmente, o Ryzen Threadripper Pro 5995 WX é o modelo mais poderoso do mercado. Em benchmarks comparativos eles atingem 98.225 pontos no teste de CPU do PassMark, superando a geração anterior, TR 3990X, em até 22%.

Continua após a publicidade

Entretanto, pensando no consumidor doméstico, é importante lembrar que eles são projetados para processamento de alto desempenho, com atividades que dependem mais de consistência que de velocidade, mirando em eficiência energética.

Por essa razão, um TR 5995 WX até consegue rodar jogos, mas a frequências bem menores que do Ryzen 9. Como aplicações desse tipo se favorecem mais de clocks elevados que de processamento multithread, a diferença de projeto associada ao preço bem mais elevado não justifica o investimento apenas pelos recursos adicionais.