SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Nvidia e AMD planejam lançar processadores ARM para PCs

Por| Editado por Jones Oliveira | 24 de Outubro de 2023 às 16h50

Link copiado!

Nvidia
Nvidia

Nvidia e AMD estariam planejando lançar processadores baseados em arquitetura ARM para o segmento de PCs. A Microsoft já vem tentando há algum tempo convencer fabricantes a desenvolverem chips ARM para plataformas Windows; agora, ao que tudo indica, tanto AMD quanto Nvidia devem lançar seus primeiros SoCs em 2025.

Até o momento, a Nvidia opera quase que exclusivamente no mercado de GPUs, principalmente para IA, exceto por soluções pontuais como os chips Grace para servidores. A entrada no segmento de CPUs para o mercado doméstico de processadores, especialmente já adotando arquiteturas ARM, pode representar um baque para a Intel.

Continua após a publicidade

ARM é o futuro dos CPUs para PCs

Alguns produtos específicos já trazem processadores Snapdragon rodando Windows, e analistas do segmento vêm sugerindo que o movimento de adotar a arquitetura ARM como padrão em PCs é inevitável. A Apple já adotou o formato em seus processadores M1 e M2, e a Intel já está nessa transição desde as CPUs Alder Lake de núcleos híbrido big.LITTLE; mas, por enquanto, ainda não existe um mapa detalhado de quando o formato x86 será deixado de lado.

A própria AMD também já vinha estudando essa possibilidade com o incentivo da Microsoft, mas também não tínhamos uma previsão de lançamento até o momento. Contudo, o que pode fazer diferença real nessa transição é a chegada da Nvidia a esse mercado, já com a nova arquitetura.

Continua após a publicidade

A empresa domina o mercado de GPUs voltadas para IA, e, naturalmente, é esperado que os primeiros SoCs da empresa já venham com essa tecnologia embarcada. A combinação da expertise em Inteligência Artificial com uma troca de arquitetura que deve ser acompanhada por toda a indústria pode dar à Nvidia um bom primeiro impulso para ampliar a concorrência, agora com processadores.

Fonte: Reuters