Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Thunderbolt Share é a nova tecnologia de conexão rápida entre PCs

Por| Editado por Jones Oliveira | 15 de Maio de 2024 às 12h00

Link copiado!

Intel
Intel
Tudo sobre Intel

O Thunderbolt Share é a nova tecnologia de conexão rápida cabo a cabo entre dois PCs criada pela Intel por meio de cabos do tipo Thunderbolt. Com foco em mudar a experiência do usuário e ajudar profissionais e criadores de conteúdo que trabalham com mais de um computador, a ferramenta chegará em configurações flexíveis, mas limitada a PCs selecionados.

Em resumo, o Thunderbolt Share é uma nova forma de conectar dois computadores por meio de um único cabo, além da possibilidade de incluir docks e monitores nesse conjunto. O intuito da companhia parece ser reduzir as burocracias envolvidas no processo de transferência de arquivos e controle de máquinas.

Por exemplo, para transferir uma pasta de arquivos entre os dois PCs seria preciso enviar esse conteúdo para um HD externo ou armazenamento em nuvem, conectar/abrir o material em outro PC e começar a transferência. No Thunderbolt Share a ideia é que uma tela de ações rápidas automaticamente apareça no momento em que os PCs sejam plugados via cabo, dando opções de controlar o outro computador, transferir ou sincronizar arquivos e transferir dados de um PC antigo para uma nova máquina.

Continua após a publicidade

Compartilhamento de tela 

Uma função interessante do Thunderbolt Share é o compartilhamento de tela remoto. A Intel garante que os usuários poderão utilizar outra máquina por meio da conexão Thunderbolt sem que haja compressão de imagem, como acontece em outras soluções online, como o famoso TeamViewer.

O nível de qualidade mais alto é potencializado pela alta largura de banda e baixa latência na conexão, que dispensa o uso de redes como Wi-Fi ou Ethernet para funcionar. A resolução nativa do sistema é Full HD (1.920x1.080) a 60 quadros por segundo. No entanto, os usuários até podem utilizar resoluções mais altas, mas a taxa de quadros será derrubada para 30 FPS.

Continua após a publicidade

Transferência de arquivos 

Sem detalhar tanto, a aba de transferência direta de arquivos no Thunderbolt Share parece simples. Na verdade, basta que os usuários arrastem e soltem o arquivo de um PC para o outro que automaticamente a transferência será concluída, sem dificuldades aparentes.

Sincronização de arquivos e transferência para um novo PC

Como o próprio nome diz, essa função presente no Thunderbolt Share permite que as duas máquinas fiquem com os arquivos sincronizados, embora a companhia não tenha fornecido mais detalhes a respeito.

Continua após a publicidade

Já a transferência de um PC antigo para um novo parece ser uma boa ideia para quem comprou ou montou uma máquina nova e quer passar seus dados para esse computador de maneira rápida. Inclusive, lembra bastante funções já usadas por fabricantes de smartphones na clonagem de aplicativos e arquivos.

Segurança 

Por tratar do envio e recebimento de arquivos, a Intel comenta que trabalhou para aumentar as camadas de segurança do Thunderbolt Share. O primeiro passo para isso é que toda a transferência dos dados é feita de ponta a ponta em um processo cabeado, sem envolver redes online.

Continua após a publicidade

Para proteger as informações mesmo dentro de sua própria rede, o Share utiliza a conexão Thunderbolt Network para comunicação integrada ao Windows e outros firewalls. A companhia diz que essa funcionalidade casa bem com grandes empresas que precisam trabalhar em grupo.

Formas de conexão 

Uma das partes mais legais sobre o Thunderbolt Share são suas formas de conexão bem flexíveis. Os usuários poderão conectar dois PCs com um único cabo e habilitar todas as funcionalidades descritas acima.

Continua após a publicidade

Porém, também é possível conectar o cabo Thunderbolt a um dock e, posteriormente, conectar esse aparelho nos dois computadores. Isso forma uma central de comunicação bem completa, muito interessante para profissionais mais exigentes.

Por fim, os usuários ainda têm a possibilidade de conectar duas máquinas por meio de um monitor compatível com Thunderbolt. Dada a crescente popularização da tecnologia, muitos monitores intermediários e topo de linha já trazem essa entrada e protocolo, facilitando a conexão.

Compatibilidade

Continua após a publicidade

Apesar de ser uma solução bem interessante e aparentemente fácil, o Thunderbolt Share só funcionará em PCs selecionados e autorizados via software. Os modelos habilitados chegarão ao mercado a partir do segundo semestre de 2024, mas a Intel não explicou os motivos por trás dessa trava e sequer explicou exigências de hardware.

Via de regra, o recurso funcionará por meio de cabos Thunderbolt 4 e 5. A companhia trabalha com marcas parceiras como Lenovo, Razer, MSI e Acer no desenvolvimento e compatibilidade da tecnologia.