Publicidade

Intel planeja vender chips para 100 milhões de AI PCs até 2025

Por| Editado por Jones Oliveira | 29 de Fevereiro de 2024 às 16h40

Link copiado!

Reprodução/Intel
Reprodução/Intel
Tudo sobre Intel

A Intel lançou os primeiros notebooks com Intel Core Ultra em dezembro de 2023, e a projeção da empresa é de entregar mais de 100 milhões de chips para PCs com IA até 2025. Cerca de 40 milhões de unidades devem ser vendidas já até o final de 2024, com o restante ao longo do próximo ano, representando 20% da projeção total do mercado de PCs para 2025.

O planejamento foi apresentado originalmente durante o evento de lançamento dos processadores Meteor Lake e Xeon de 5⁠ª geração, em dezembro, e reforçado por Pat Gelsinger e outros executivos em entrevistas e conferências no início de 2024. A fala mais recente foi de David Geng, VP do Grupo de Client Computing da Intel, em entrevista ao Nikkei Asia.

Continua após a publicidade

Ecossistema de hardware e software para IA

Feng ainda acrescenta que a Intel está trabalhando em parceria com a Microsoft para estabelecer o ecossistema que irá pautar o uso da IA nos PCs domésticos. Enquanto a Intel fornece o hardware, com os Intel Core Ultra, a Microsoft embarca ferramentas para aproveitar todo o potencial das NPUs de forma local, sem depender mais, obrigatoriamente, da infraestrutura na nuvem.

O uso natural embarcado das NPUs é de otimizar a alocação e execução de instruções para melhorar desempenho e reduzir consumo de energia. No entanto, a parceria com a Microsoft e outras desenvolvedoras de software visa, já na primeira geração dos Intel Core Ultra, entregar aplicações locais com carga de trabalho de IA para melhorar também tarefas e atividades cotidianas.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Apesar de não haver uma data oficial de lançamento para as soluções de software, parte das funcionalidades confirmadas envolve a implementação local do chatbot Copiloto, com direito a uma tecla dedicada para acionar o assistente. Além disso, ferramentas como o Microsoft Teams, Webex e Zoom também vão se beneficiar dos recursos das NPUs para, por exemplo, melhorar o isolamento de ruídos externos, realizar transcrições e até preparar resumos personalizados de chamadas de vídeo.