Huawei estaria desenvolvendo seus próprios chips para telas OLED

Huawei estaria desenvolvendo seus próprios chips para telas OLED

Por Diego Sousa | 01 de Setembro de 2020 às 07h00
Alex Escu/Unsplash

A Huawei continua buscando alternativas para não depender mais dos Estados Unidos após as sanções impostas contra ela, em maio do ano passado. Após a criação de um sistema operacional para dispositivos inteligentes e o desenvolvimento de processadores sem usar tecnologia norte-americana, a fabricante chinesa estaria agora fabricando seus próprios chips para telas OLED.

De acordo com fornecedores ouvidos pelo site chinês MyDrivers, a Huawei está acelerando o desenvolvimento de chips controladores para telas OLED, mas a previsão é de que os componentes não vejam a luz do dia até 2022.

No entanto, a produção em massa das peças está prevista para começar ainda em 2020, o que reduziria a dependência de fornecedores externos, como as empresas Novatek e Duntech.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Independência

A produção dos novos componentes está sob responsabilidade da unidade de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Huawei, responsável por desenvolver e implementar tecnologias de exibição nos produtos da empresa. Segundo informações da cadeia de suprimentos, essa nova iniciativa deve trazer, além de maior autossuficiência, diversas melhorias principalmente no desempenho das telas dos próximos aparelhos da marca.

Vale lembrar que a Huawei já possui um sistema operacional próprio como alternativa ao Android, o HarmonyOS, anunciado após o governo dos EUA proibi-la de usar os serviços do Google em seus aparelhos. Assim como os chips para telas OLED, no entanto, ele não deve ser lançado em um celular da empresa até 2021.

Além disso, rumores sobre a criação de um ecossistema próprio — tal como a Apple já faz com sua linha de produtos — têm sido cada vez mais noticiados nos últimos meses e espera-se que os primeiros resultados nesse sentido já apareçam até o fim deste ano.

A Huawei tem duas apresentações marcaras para setembro, nas quais pode trazer mais novidades ao público a respeito de seus próximos passos "livres dos EUA": uma ocorre durante a IFA 2020, em 3 de setembro, e outra na Huawei Developer Conference 2020, marcada para ocorrer entre 10 e 12 de setembro.

Fonte: MyDrivers; Gizchina  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.