Família Intel Alder Lake surge na Amazon com possíveis preços finais de venda

Família Intel Alder Lake surge na Amazon com possíveis preços finais de venda

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 04 de Outubro de 2021 às 11h15
Divulgação/Intel

Nova aposta da Intel para o mercado de processadores, estreando uma arquitetura híbrida em desktops, a 12ª geração de processadores Alder Lake chega em breve prometendo trazer a gigante de Santa Clara de volta a um posicionamento mais competitivo. As soluções já tiveram boa parte das novidades oficializadas pela companhia, além de diversos detalhes vazados, e podem superar os rivais Ryzen 5000 em desempenho de maneira significativa.

Diante da proximidade do lançamento, os processadores já foram flagrados em algumas varejistas pelo mundo, em listagens com preços relativamente competitivos. Nesta semana, a família Alder Lake volta a ser encontrada em lojas, agora na Amazon, que pode ter divulgado a provável faixa de preços para os componentes.

Chips Intel Alder Lake são flagrados em sites da Amazon pela Europa

O leaker @momomo_us descobriu que os novos processadores da Intel já estão listados para venda em sites da Amazon pela Europa, mais especificamente na França, Reino Unido e Holanda. Ainda que os registros marquem os produtos como indisponíveis, e não contem com previsão de lançamento, a empresa já adicionou os possíveis valores de vendas que devem ser praticados após a estreia das novidades.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Os preços sofrem variações entre os países, possivelmente como resultado das taxas aplicadas em produtos vendidos na região, e podem ser conferidos na tabela a seguir:

Processador Amazon Reino Unido Amazon França Amazon Holanda
Core i9 12900K £ 791,16 (~R$ 5.815) € 919,88 (~R$ 5.775) € 846,92 (~R$ 5.325)
Core i9 12900KF £ 753,50 (~R$ 5.540) € 879,24 (~R$ 5.520) N/A
Core i7 12700K £ 550,16 (~R$ 4.040) € 636,08 (~R$ 4.020) € 641,38 (~R$ 4.035)
Core i7 12700KF £ 397,13 (~R$2.940) € 436,01 (~R$ 2.760) N/A
Core i5 12600K £ 311,41 (~R$ 2.290) € 321,16 (~R$ 2.010) € 323,83 (~R$ 2.035)
Core i5 12600KF N/A € 403,96 (~R$ 2.540) N/A

Em comparação aos concorrentes Ryzen 5000, os valores das variantes KF são ligeiramente maiores, entre 40 e 80 euros. Mais assustadora é a diferença para os modelos tradicionais, com chip gráfico integrado, que supera os 200 euros.

Também vale destacar os valores praticados nas variantes da série KF, sem GPU integrada, cerca de 200 euros mais baratos, com exceção do Core i5, que acaba saindo mais caro. Dito isso, há a possibilidade de todos os preços sofrerem quedas significativas após o anúncio oficial, tendência vista durante a estreia de gerações anteriores da companhia.

Outros pontos interessantes a serem citados são a ausência de modelos não K, sem suporte a overcloking, que devem ser anunciados apenas em janeiro, e a confirmação de algumas das características dos novos processadores. Tomando o Core i9 12900K como exemplo, vemos que o topo de linha deve atingir clocks de até 5,2 GHz, contar com consumo estimado em 125 W, ter suporte ao barramento PCI-E 4.0 e não incluir um cooler na caixa.

Novos processadores podem estrear em outubro

Segundo os rumores, a nova geração de processadores Intel Alder Lake deve estrear ainda neste mês, durante o evento Intel Innovation, nos dias 27 e 28 de outubro. A pré-venda dos componentes deve ser iniciada no mesmo dia, para que as vendas oficiais comecem uma semana depois, em 4 de novembro. Curiosamente, ainda não há detalhes sobre as placas-mãe da família, que também podem trazer preços elevados.

A família Intel Alder Lake deve estrear no final de outubro, com ganhos massivos de desempenho mesmo frente aos rivais Ryzen 5000 (Imagem: Renan da Silva Dores/Canaltech)

Culpa disso seria a estreia de diversas novas tecnologias, incluindo memórias DDR5 e barramento PCI-E 5.0, que viabiliza o desenvolvimento de SSDs com velocidades acima dos 14 GB/s, por exemplo. Os novos chips trariam ainda um aumento substancial de desempenho, graças à nova arquitetura híbrida, que pode chegar a 60% em comparação aos concorrentes diretos da linha Ryzen 5000.

Fonte: HDBlog, Tom's Hardware, @momomo_us

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.