Publicidade

Arm anuncia novas iniciativas nas áreas de virtualização de hardware, IoT e 5G

Por| Editado por Wallace Moté | 19 de Outubro de 2021 às 11h50

Link copiado!

Divulgação/Arm
Divulgação/Arm

A ARM, companhia britânica que desenvolve a arquitetura de semicondutores, anunciou novas plataformas para uso em produtos de IoT (Internet das Coisas em tradução livre), hardware virtual e tecnologia de conexão 5G.

De acordo com a marca, a Arm Total Solutions será uma iniciativa completa para acelerar o desenvolvimento e retorno de investimentos em dispositivos voltados para IoT. Já o ecossistema Project Centauri direcionará os novos padrões estruturais para incrementar diversos mercados e aumentar a inovação na área.

Segundo o vice presidente de IoT da Arm Mohamed Awad, as novidades poderão dar mais força para a área de IoT, que será compatível com a forma, velocidade e tamanho da indústria de aplicativos de smartphone. Portanto, os investimentos deverão mudar a forma em que as tecnologias serão implementadas, com um maior empoderamento para desenvolvedores que desejam promover melhorias de impacto a uma escala global.

Continua após a publicidade

Já o Arm Virtual Hardware foi desenvolvido com o objetivo de remover a necessidade de criação de componentes físicos de silício. De acordo com a companhia, essa solução poderá intensificar a otimização conjunta de software e hardware, com uma aceleração de design de produto que reduzirá o ciclo de desenvolvimento de cinco para três anos em média. 

A iniciativa traz mais metodologias de desenvolvimento ágil e moderno de software, como integração e aprimoramento contínuo com o uso de automação via machine learning, além de DevOps e MLOps para redução do ciclo de desenvolvimento de aplicações, mantendo a alta qualidade dos resultados, sem grandes investimentos desnecessários em peças de hardware.

Além disso, um novo modelo virtual do subsistema Cornstone permitirá o desenvolvimento de software sem o uso de silício físico, com simulações precisas de memórias e periféricos em geral. A Arm afirma que já conseguiu acelerar esses processos em mais de 150 parceiros diferentes.

Continua após a publicidade

A companhia aproveitou para divulgar alguns dados relevantes em relação à disponibilidade de chips com a arquitetura Arm. Até hoje, foram mais de 70 bilhões de dispositivos baseados na série Arm Cortex-M, com uma expectativa de 15% de aumento médio por ano até 2026 em chips para produtos de Internet das Coisas.  

Além disso, a fornecedora também indicou que a maioria dos investimentos em infraestrutura 5G serão alimentados por chips que trazem a arquitetura Arm, com mais de 60 mercados adotando a nova geração de conectividade atualmente. Até o final de 2021, o número de conexões 5G deverá chegar a 692 milhões de dispositivos. Uma parceria com a Tech Mahindra também deverá acelerar as inovações nessa área, com novas soluções de 5G para diversos parceiros.  

Fonte: VentureBeat