Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Ações da AMD sobem após aquisição de startup de IA

Por| 10 de Julho de 2024 às 16h00

Link copiado!

Divulgação/AMD
Divulgação/AMD
Tudo sobre AMD

A AMD confirmou nesta quarta-feira (10) a conclusão do acordo de compra da Silo AI pelo valor aproximado de US$ 665 milhões. A transação foi realizada integralmente em dinheiro, sem pagamento em ativos, e aquisição da startup de IA já impulsionou uma alta imediada de 3% no valor das ações da AMD.

O comunicado confirmando o fim das negociações foi publicado pela manhã no portal oficial da AMD e repostado pela CEO, Lisa Su no X (Twitter). Menos de uma hora depois, os papéis da AMD negociados via BDRs (A1MD34) na Bovespa saltaram de R$ 120,41 para R$ 126,00, seguiram testando o mercado e, aparentemente, estabilizaram em R$ 123.

“Em todos os setores, as empresas estão buscando maneiras rápidas e eficazes de desenvolver e implantar soluções de IA para suas necessidades comerciais exclusivas. A equipe de especialistas em IA confiáveis da Silo AI e a experiência comprovada no desenvolvimento de modelos e soluções de IA de liderança, incluindo LLMs de última geração construídos em plataformas AMD, acelerarão ainda mais nossa estratégia de IA e avançarão na construção e implementação rápida de soluções de IA para nossos clientes globais.”, disse Vamsi Boppana, vice-presidente sênior do Grupo de Inteligência Artificial da AMD.
Continua após a publicidade

Acelerando ecossistema de IA

Apenas NVIDIA já dispõe de um ecossistema relativamente bem estabelecido de aplicações corporativas de Inteligência Artificial. Muito disso se dá pela abordagem específica da NVIDIA de criar primeiro o conceito dos softwares em CUDA para atender demandas do mercado, para só então desenvolver o hardware para rodar esses programas.

No caso da concorrência, o volume de programas x86 para IA ainda é bem restrito se comparado às soluções da NVIDIA, levando Intel e AMD a focarem em estratégias de desenvolvimento aberto para impulsionar o desenvolvimento. Contudo, até certo ponto, ao menos a criação da interface com os hardwares precisa ser desenvolvida internamente.

A Intel já vem investindo nisso desde o final de 2023, e a compra da Silo AI pela AMD deixa claro que o time vermelho também está comprometido com o desenvolvimento de software para seus aceleradores MI300 Instinct, e não planeja apenas surfar em soluções abertas adaptadas.