Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

EA pode quebrar acordo com a FIFA e renomear jogos de futebol

Por| Editado por Bruna Penilhas | 07 de Outubro de 2021 às 11h08

Link copiado!

Felipe Ribeiro/ Canaltech
Felipe Ribeiro/ Canaltech
Tudo sobre EA

A Electronic Arts pode não renovar o contrato de licenciamento com a FIFA e precisar renomear os futuros jogos de simulação de futebol da empresa. Em postagem no blog oficial em que comemorou as vendas de FIFA 22, a EA escreveu que está “explorando a ideia de trocar o nome” da franquia esportiva no futuro.

De acordo com informação confirmada pelo UOL, a principal renda da federação esportiva atualmente é o contrato com a EA. A desenvolvedora desembolsa anualmente mais de U$ 100 milhões, cerca de R$ 548 milhões na cotação atual, para a FIFA. O fim do contrato pode colocar a entidade futebolística em crise.

A desenvolvedora e a organização de futebol possuem um acordo válido até dezembro deste ano para o desenvolvimento e comercialização exclusiva de jogos com a marca FIFA, além de manter o status de parceira oficial da Copa do Mundo. O acordo de licença dura desde o ano de 1993.

Continua após a publicidade

"À medida que olhamos para o futuro, também estamos explorando a ideia de renomear nossos jogos globais de futebol da EA SPORTS. Isso significa que estamos revisando nosso contrato de direitos de nomes com a FIFA, que é separado de todas as nossas outras parcerias e licenças oficiais em todo o mundo do futebol”, escreveu a EA no comunicado feito pelo gerente geral Cam Weber.

Em outras palavras, o próximo jogo de futebol da EA pode não se chamar FIFA 23, mas deve manter o acordo de licença com times e campeonatos esportivos. A desenvolvedora possui acordos de exclusividade com a Premier League e a UEFA Champions League.

"Ao longo de anos, construindo nossa franquia global, também descobrimos que a autenticidade é essencial para a experiência ", continuou Weber “É por isso que concentramos tanta energia na força coletiva de mais de 300 parceiros licenciados individuais que nos dão acesso a mais de 17.000 atletas em mais de 700 equipes, em 100 estádios e mais de 30 ligas em todo o mundo”, completou.

O lançamento mais recente da franquia é FIFA 22, disponível para PC, PlayStation 4, PlayStation 5, Nintendo Switch, Xbox One, Xbox Series X e Series S — confira o que achamos do jogo no review do Canaltech.

Fonte: EA, Eurogamer, UOL