Publicidade

Headset VR da Samsung deve atrasar em seis meses por culpa do Apple Vision Pro

Por| Editado por Wallace Moté | 10 de Julho de 2023 às 10h04

Link copiado!

Headset VR da Samsung deve atrasar em seis meses por culpa do Apple Vision Pro
Headset VR da Samsung deve atrasar em seis meses por culpa do Apple Vision Pro
Tudo sobre Samsung

O lançamento do Apple Vision Pro pode ter causado uma grande mudança de planos na Samsung. De acordo com fontes na indústria, o headset XR da marca coreana pode ter seu lançamento adiado em até seis meses.

Foi dito que a produção do gadget seria iniciada no início de 2024, mais ou menos na mesma época prevista para o início das vendas do rival da Apple. Contudo, agora a montagem deve começar por volta de junho, ou até depois.

Continua após a publicidade

De acordo com fontes que teriam acesso aos planos da Samsung, a empresa decidiu recomeçar o processo de desenvolvimento do seu headset. A iniciativa seria baseada no conjunto de especificações do produto da Apple, que ficou além do que a concorrente esperava.

O Apple Vision Pro foi anunciado com uma ficha técnica bastante avançada, que inclui uma dupla de telas com mais de 23 milhões de pixels — ou seja, mais que uma TV 4K por olho. Além disso, ele tem um processador Apple M2 semelhante ao visto em modelos de MacBooks, juntamente com um chip R1 para reduzir o atraso dos displays.

Por sua vez, a Samsung pode ter procurado a fornecedora chinesa BOE para as telas do headset XR, além de ter feito uma consulta com a própria Samsung Display. A Apple usa painéis da Sony no Vision Pro, com tecnologia de OLED on Silicon (OLEDoS).

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Ainda não é possível afirmar quais são as consequências do atraso para as fornecedoras de telas do Samsung XR. Contudo, é possível que o produto passe a oferecer especificações mais poderosas que o previsto anteriormente, mesmo que isso cause um aumento nos preços cobrados aos consumidores.

De acordo com notícias anteriores, o headset da Samsung trará um processador Snapdragon, e rodar uma versão adaptada do Android. A parceria da empresa com o Google e a Qualcomm já foi oficializada no evento Unpacked de fevereiro, mas sem tantos detalhes técnicos.

O próprio Google também pode apresentar uma plataforma de hardware para headsets, que poderia ser usada por outras empresas interessadas. Contudo, não é esperado que a Gigante das Buscas lance um representante próprio para rivalizar com as opções de Apple, Samsung e Meta, por exemplo.

Fonte: 9to5Google