Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Tripulação da Polaris Dawn segue treinamento intensivo para missão no fim do ano

Por| Editado por Rafael Rigues | 14 de Junho de 2022 às 13h45

Link copiado!

Polaris Program/John Kraus
Polaris Program/John Kraus
Tudo sobre SpaceX

Os quatro tripulantes da missão comercial Polaris Down, da SpaceX, estão passando por uma série de treinamentos para o primeiro voo espacial do programa, previsto para o fim deste ano. A bordo da nave Crew Dragon, estes astronautas realizarão o voo humano mais distante da Terra desde a missão Apollo 17, em 1972.

O programa Polaris é uma colaboração entre a SpaceX e o empresário Jared Isaacman, que também financiou e comandou, no ano passado, a primeira missão espacial totalmente tripulada por civis, a Inspiration4. Meses depois, Isaacman anunciou o novo programa, maior e com destinos mais ambiciosos.

Continua após a publicidade

Além de continuar arrecadando fundos para o St. Jude Children's Research Hospital, como fez com a Inspiration4, o programa Polaris pretende ampliar os limites dos voos espaciais realizando três missões tripuladas, todas financiadas pelo bilionário Isaacman.

Na primeira missão, a Polaris Dawn, Isaacman será o comandante e pilotará a Crew Dragon ao lado de Sarah Gillis, Anna Menon e Scott Poteet — Gillis e Menon são funcionárias da SpaceX. A segunda missão também usará uma nave Crew Dragon, mas espera-se que a terceira missão seja também o primeiro voo tripulado com a espaçonave Starship.

Missão Polaris Dawn

A missão Polaris Dawn pretender realizar a primeira caminhada espacial comercial e também alcançar a maior altitude orbital já alcançada por qualquer humano desde a missão Apollo 17 — cerca de três vezes mais distante que a Estação Espacial Internacional (ISS), que está a 400 km de altitude.

Continua após a publicidade

Em nota publicada no dia 9 de maio, o programa disse que a missão não irá acontecer antes do quarto trimestre deste ano. O lançamento será feito por um Falcon 9, a partir do Centro Espacial Kennedy da NASA, na Flórida.

O foguete colocará a espaçonave Crew Dragon em uma órbita elíptica inicial de 1.200 km por 190 km. Depois, a nave usará seus motores para atingir um apogeu (ponto mais distante da Terra) de 1.400 km e permanecerá nesta órbita por um tempo, até diminuir seu apogeu para 700 km.

Continua após a publicidade

A SpaceX precisou desenvolver seu próprio traje espacial para atividades extraveiculares (EVAs). A tripulação vestirá os novos trajes, a nave será despressurizada e dois astronautas sairão para realizar a primeira caminha espacial comercial.

Recentemente, a tripulação passou por um treinamento de mergulho na Califórnia, primeiro em uma piscina e depois no mar. O objetivo foi praticar os tipos de comunicação não-verbal necessárias em EVAs, técnicas de apoio aos colegas de equipe e as respostas do corpo associadas às mudanças de pressão.

Além disto, a equipe realizou uma extensa caminhada para o segundo pico mais alto do Equador, o vulcão Cotopaxi, com 5.897 metros de altura. Esta atividade exigiu que os tripulantes se adaptassem as diferentes altitudes e realizassem atividades básicas de montanhismo e travessia de geleiras.

Continua após a publicidade

Nos próximos meses, eles completarão extensas simulações com a nave Dragon, realizarão exercícios de centrífuga e receberão um treinamento médico prático para identificar quadros como a hipóxia (quando há pouco oxigênio no sangue).

Fonte: Polaris Program, Via Space.com