Astronauta chinesa realiza caminhada espacial pela 1ª vez na história do país

Astronauta chinesa realiza caminhada espacial pela 1ª vez na história do país

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 08 de Novembro de 2021 às 12h08
Guo Zhongzheng/Xinhua via AP

No último domingo (7), os astronautas a bordo do módulo Tianhe, o central da nova estação espacial chinesa, realizaram o primeiro spacewalk da missão Shenzhou-13. A atividade extraveicular foi conduzida pelo comandante Zhai Zhigang e pela astronauta Wang Yaping, que se tornou a primeira mulher da China a realizar uma caminhada espacial. O procedimento durou mais de seis horas e os taikonautas trabalharam em instalações de equipamentos e testes.

O trio de taikonautas, composto por Zhai Zhigang, Wang Yaping e Ye Guangfu, chegou ao módulo Tianhe no dia 15 de outubro, mas foi somente na última sexta-feira (5) que a China Manned Space Agency (CMSA), divisão da agência espacial da China CNSA, anunciou planos para a realização de um spacewalk, sem revelar informações sobre os objetivos ou tripulantes que iriam participar. Já no domingo (7), a CMSA confirmou que a atividade extraveicular estava em andamento.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O comandante Zhifang já havia realizado uma caminhada espacial em 2008, conduzida durante a missão Shenzhou-7, que lhe conferiu o título de primeiro astronauta chinês a realizar uma caminhada espacial. Segundo informações divulgadas durante a coletiva de imprensa realizada antes do lançamento da Shenzhou-13, a China planeja realizar entre duas e três caminhadas espaciais para objetivos variados, como a instalação de um adaptador que permitirá que o braço robótico do módulo Tianhe se conecte a outro de um módulo futuro.

Os taikonautas da Shenzhou-13 devem passar seis meses na estação, período considerado o mais longo das missões espaciais chinesas. Desde quando chegaram, eles já transferiram suprimentos da nave cargueira Tianzhou, realizaram manutenções, vêm praticando exercícios físicos diariamente para combater os efeitos da microgravidade e, por fim, realizam também experimentos científicos em órbita.

Agora, os futuros spacewalks serão realizados para preparar a estação para sua expansão, já que, no ano que vem, o Tianhe será ligado aos módulos Mengtian e Wentian. Quando estiver concluída, a nova estação espacial chinesa irá pesar aproximadamente 6 toneladas — para comparação, a Estação Espacial Internacional recebeu seu primeiro módulo em 1998 e pesa aproximadamente 450 toneladas.

Fonte: Space.com, AP News

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.