SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Sonda Psyche testa com sucesso comunicação a laser com a Terra

Por| Editado por Patricia Gnipper | 21 de Novembro de 2023 às 16h16

Link copiado!

NASA
NASA

Um experimento da NASA acaba de enviar uma mensagem que viajou cerca de 16 milhões de quilômetros até chegar à estação no Observatório Palomar, na Califórnia. Chamado Deep Space Optical Communications (DSOC), o experimento está instalado na sonda Psyche, e o sucesso do envio marca a demonstração mais distante de comunicação óptica já feita.

A demonstração foi anunciada em agosto, mas foi acionada somente em 14 de novembro, quando o transceptor de laser (instrumento que envia e recebe sinais no infravermelho próximo) na Psyche se conectou a um feixe transmitido por um laboratório na Califórnia. Com o sucesso do procedimento, o transceptor ajustou sua transmissão ao Observatório de Palomar.

Durante o teste, o DSOC enviou um feixe de laser no infravermelho próximo com dados ao Telescópio Hale, no Observatório Palomar. A transmissão aconteceu quando a sonda Psyche estava a cerca de 16 milhões de quilômetros de nós, distância equivalente a 40 vezes aquela que separa a Terra e a Lua.

Continua após a publicidade

“Alcançar a ‘primeira luz’ é uma das várias etapas críticas do DSOC nos próximos meses, abrindo o caminho para taxas de transmissão de dados mais rápidas e capazes de enviar informações científicas, imagens em alta definição e transmissões de vídeo em apoio ao próximo grande passo da humanidade: enviar humanos a Marte”, comentou Trudy Kortes, diretor de demonstrações de tecnologia na NASA.

Normalmente, a agência espacial se comunica com as missões mais distantes que a Lua por meio de ondas de rádio. Já a vantagem dos feixes a laser é que mais dados podem ser agrupados em ondas muito menores — segundo a NASA, a demonstração o DSOC tem o objetivo de alcançar taxas até 100 vezes maiores que aquelas dos sistemas de comunicação por rádio.

Como funciona a comunicação a laser

Continua após a publicidade

Também chamada de comunicação óptica, a comunicação a laser é capaz de ampliar de forma significativa as capacidades de transmissão de dados. Ela funciona com feixes a laser, formados por vários fótons se movendo na mesma direção e no mesmo comprimento de onda.

Ao aproveitar as oscilações das ondas da luz, grandes quantidades de dados podem ser transmitidos em velocidade sem precedentes. Assim, os sinais ópticos podem enviar mensagens a um receptor por meio de feixes no infravermelho, invisíveis aos olhos humanos.

Com a transmissão de uma maior quantidade de dados, as futuras missões espaciais podem receber instrumentos científicos com resolução ainda mais alta. Ainda, há a vantagem de comunicação mais rápida com aquelas no espaço profundo, o que permitiria transmissões ao vivo direto da superfície de Marte, por exemplo.

Continua após a publicidade

Fonte: JPL