Ingenuity voa pela 12ª vez em Marte e age como "olhos" do rover Perseverance

Ingenuity voa pela 12ª vez em Marte e age como "olhos" do rover Perseverance

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 17 de Agosto de 2021 às 14h20
NASA/JPL-Caltech

O helicóptero Ingenuity realizou seu primeiro voo em Marte no mês de abril, e a expectativa era que acontecessem mais quatro voos para mostrar que aeronaves podem voar em Marte. Pois bem, o helicóptero foi mostrando um desempenho tão satisfatório que a missão foi estendida — tanto que, nesta segunda-feira (16), a aeronave voou pela 12ª vez, agora explorando a região de South Seitah e, também, servindo como os “olhos” do rover Perseverance .

Com os 11 voos anteriores, o Ingenuity já soma o total de 2,2 km percorridos em Marte e 19 minutos no ar. Este voo mais recente seria parecido com o 10º e poderia trazer resultados de maior impacto. Desta vez, o pequeno helicóptero se deslocou por cerca de 450 m e se manteve no ar durante 169 segundos — com direito a registros fotográficos da superfície do Planeta Vermelho, como o que você observa no tuíte abaixo:

Nesta aventura mais recente, o Ingenuity realizou uma “viagem de ida e volta” em South Séítah. Isso porque o local é perigoso para a pequena aeronave, e mais ainda para o rover Perseverance — mas, por outro lado, a região conta com inúmeras rochas misteriosas, que a equipe do rover adoraria analisar. Por isso, ao invés de continuar à frente do rover, o Ingenuity realizou um voo de reconhecimento por lá para coletar informações que possam ser úteis à equipe.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Assim, as fotos irão ajudar a direcionar as decisões dos cientistas da equipe do Perseverance, que estão em busca de um novo local para a coleta de amostras de solo que serão enviadas à Terra. Embora os riscos fossem consideráveis — afinal, este foi um voo que a NASA considerou “ambicioso” em função dos desafios da região —, a tentativa valeu a pena. “Quando escolhemos aceitar os riscos associados a um voo do tipo, é porque a recompensa tem as mesmas dimensões dos perigos”, escreveram os cientistas da equipe do Ingenuity. “Saber que temos a oportunidade de ajudar a equipe do Perseverance fornecendo imagens aéreas únicas é toda a motivação que precisamos”.

Fonte: NASA, Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.