Com sucesso do Ingenuity, NASA estuda o envio de novos helicópteros para Marte

Com sucesso do Ingenuity, NASA estuda o envio de novos helicópteros para Marte

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 13 de Julho de 2021 às 13h27
NASA

O helicóptero Ingenuity já completou nove voos em Marte, e o excelente desempenho da aeronave está motivando os engenheiros da NASA a acompanhar projetos futuros de outras aeronaves que possam ser usadas para explorar o Planeta Vermelho. As informações foram fornecidas por Theodore Tzanetos, líder de operações do Ingenuity, durante a conferência Mars Exploration Program Analysis Group, realizada para discutir propostas para o planejamento e priorização das atividades de exploração do planeta.

O Ingenuity é uma demonstração de tecnologia, criado para testar como uma aeronave se sairia voando na fina atmosfera marciana. O primeiro voo aconteceu em abril e o helicóptero ficou no ar por cerca de 30 segundos, a 3 metros acima da superfície marciana. Depois, houve mais quatro voos de sucesso, e o excelente desempenho motivou a NASA a estender a missão. Desde então, a equipe vem realizando voos mais ambiciosos e arriscados para explorar todo o potencial do helicóptero, experimentando também o que poderá ser feito com outras aeronaves no futuro.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Nesta nova etapa, o Ingenuity está trabalhando junto do rover Perseverance, e foram revelados alguns detalhes do que está por vir: “parte do que acontecerá nos próximos meses são voos adicionais, para demonstrar como essa dança pode funcionar entre o helicóptero e o rover”, explicou Ken Farley, cientista chefe da missão Mars 2020, durante o evento. Segundo ele, isso inclui a produção de imagens de lugares que o rover não consegue alcançar, e que o helicóptero poderá também identificar possíveis áreas por onde o Perseverance poderá se deslocar.

Na conferência, Tzanetos trouxe uma análise dos dados já feitos pelo Ingenuity até o momento e levantou alguns pontos que podem ser importantes para uma futura aeronave que seja lançada rumo a Marte, para dar seguimento àquilo que o Ingenuity começou. Os dados estão sendo usados para o planejamento do Mars Science Helicopter, descrito como um “hexacóptero” com massa de 30 kg, que pode ser usado para expandir a área de exploração em Marte — e, quem sabe, até arriscar "mergulhos" nas cavernas de lá.

Conceito do Mars Science Helicopter, apresentado em um vídeo exibido no evento (Imagem: Reprodução/NASA JPL/NASA Ames/AeroVironment)

Apesar de ainda não ser uma missão oficial da NASA, Tzanetos trouxe algumas informações sobre o que esperar do potencial de uma aeronave do tipo. “Podemos chegar a locais que os rovers não podem acessar, como paredes de penhascos ou terrenos difíceis de atravessar, e até descer em cavernas”, propôs. Este helicóptero poderia transportar cargas úteis de 1,8 kg a 5 kg, por uma distância de até 10 km a cada voo, e oferece também a vantagem de a equipe poder personalizar a missão para a aeronave pairar no ar por diferentes períodos.

Em um artigo produzido como parte do estudo de ciência planetária da próxima década, cientistas identificaram diferentes aplicações para este helicóptero. A aeronave poderia estudar desde a geologia e atmosfera do planeta até examinar regiões específicas, que sejam de interesse astrobiológico — e com a vantagem de não ter risco de contaminar este locais. Não foram apresentados os potenciais custos ou oportunidades de voo, mas é certo que a aeronave poderia atender diferentes classes de missões: “estamos abertos a ideias e novos conceitos”, concluiu Tzanetos.

Fonte: Space.com, SpaceNews

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.