Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Céu de dezembro | Chuva de meteoros e solstício são destaques do mês

Por| Editado por Patricia Gnipper | 01 de Dezembro de 2023 às 00h05

Link copiado!

Hunter Bryant/Unsplash
Hunter Bryant/Unsplash

O último mês do ano chega com eventos astronômicos bem diversos. Nos próximos dias, você pode conferir o brilho de Mercúrio, uma chuva de meteoros e a chegadas do verão, marcada pelo solstício de verão.

O Canaltech reuniu os principais eventos astronômicos de dezembro, bem como as direções para observá-los no céu. Vamos lá?

Eventos astronômicos de dezembro

Continua após a publicidade

O ano se encerra com Mercúrio em sua elongação máxima, proporcionando um bom momento para observá-lo durante o início da noite. Também acontecem a chuva de meteoros Geminídeas e uma conjunção entre a Lua e Júpiter.

Elongação máxima de Mercúrio (04/12)

Mercúrio chega à elongação máxima às 11h, ficando à maior distância em relação ao Sol na nossa perspectiva na Terra. Para observar o planeta, é preciso esperar o pôr do Sol; depois, é só procurá-lo na direção oeste, brilhando mais que a maioria das estrelas próximas.

Continua após a publicidade

O planeta permanece visível até 20h, aproximadamente. Vale a pena aproveitar a oportunidade para vê-lo, afinal, Mercúrio fica mais perto do Sol do que nosso planeta, e acaba ofuscado pela luz do astro. Assim, a maior distância angular dele em relação ao Sol facilita as observações.

Pico da chuva de meteoros Geminídeas (14/12)

A chuva de meteoros Geminídeas é considerada uma das mais espetaculares do ano e é causada por fragmentos do asteroide 3200 Faetonte. Ela começou em novembro, mas seus meteoros permanecem visíveis até dezembro e seu pico deve ocorrer entre os dias 13 e 14, proporcionando até 120 "estrelas cadentes" por hora.

Continua após a publicidade

Para observá-la, procure o radiante (a direção de onde os meteoros parecem vir) na direção da constelação Gemini, os Gêmeos. Apesar de ser melhor vista no hemisfério norte, também é possível observar os meteoros da Geminídeas no hemisfério sul.

Solstício de verão (22/12)

Às 00h27 acontece o solstício de verão no hemisfério sul. O evento marca o início do verão por aqui, acompanhado do dia mais longo do ano. Já no hemisfério norte, acontece o contrário: por lá, começa o inverno e ocorre a noite mais longa de todas em 2023.

Continua após a publicidade

O solstício acontece porque a Terra gira em torno do Sol com inclinação de 23,5º, fazendo com que os hemisférios recebam quantidades de luz diferentes ao longo do ano.

Conjunção entre a Lua e Júpiter (22/12)

O ano se aproxima do fim com uma conjunção entre Júpiter e a Lua. Durante o evento, os astros parecem estar bem pertinho um do outro em nossa perspectiva, e podem ser observados a olho nu.

Continua após a publicidade

Para vê-los, procure a Lua e Júpiter na direção leste após o pôr do Sol. Eles permanecem visíveis até 2h da madrugada, aproximadamente, e depois desaparecem sob o horizonte.

Fases da Lua em dezembro de 2023

Abaixo, você confere as principais fases da Lua durante o mês de dezembro e o horário em que cada uma acontece:

  • 5 de dezembro, às 2h49: Lua Quarto Minguante
  • 12 de dezembro, às 20h32: Lua Nova
  • 19 de dezembro, às 15h39: Lua Quarto Crescente
  • 26 de dezembro, às 21h33: Lua Cheia