Publicidade

Skeleton Crew | Star Wars terá série com Jude Law e diretor de Homem-Aranha

Por| Editado por Jones Oliveira | 26 de Maio de 2022 às 17h37

Link copiado!

Warner Bros.
Warner Bros.
Tudo sobre Walt Disney Company

Mais uma série de Star Wars está a caminho. A Lucasfilm anunciou na tarde desta quinta-feira (26) o seriado Star Wars: Skeleton Crew, uma história produzida pelo diretor Jon Watts (Homem-Aranha: Sem Volta para Casa) que terá Jude Law no elenco. E, assim como o cineasta já havia feito com o herói da Marvel em De Volta ao Lar, a nova série também vai vir carregada de influências dos anos 1980.

O projeto foi anunciado durante o Star Wars Celebration, evento dedicado à saga que acontece nesta semana nos Estados Unidos. Segundo Watts, a trama será centrada em um grupo de crianças de um pequeno planeta que se veem perdidos em meio à galáxia de Star Wars. Assim, em sua jornada de volta para casa, eles vão viver uma grande aventura — bem ao estilo Sessão da Tarde, ao que tudo indica.

Continua após a publicidade

Pelo que foi apresentado, serão quatro protagonistas e todos eles serão personagens originais — ou seja, sem qualquer ligação com filmes, animações e outras séries lançadas até aqui. Isso não impede, porém, que alguns rostos conhecidos deem as caras.

De acordo com o produtor Dave Filoni, Star Wars: Skeleton Crew vai se passar após os eventos de Star Wars: O Retorno de Jedi, ou seja, a jornada desses pequenos heróis vai acompanhar a queda do Império — mais ou menos na mesma época de The Mandalorian. E, dado esse ponto da cronologia, é até possível imaginar esses personagens como ex-escravos livres, mas sem saber direito o que fazer de agora em diante.

Já em relação à participação de Jude Law, pouco foi dito além do fato de que o ator de Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore estará no elenco.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Star Wars: Skeleton Crew está previsto para chegar ao Disney+ em 2023, mas ainda sem uma data exata.

Fonte: Collider