Jogos Mortais | 10 Segredos e curiosidades que você não sabia

Jogos Mortais | 10 Segredos e curiosidades que você não sabia

Por Laísa Trojaike | Editado por Jones Oliveira | 09 de Junho de 2021 às 19h00
Twisted Pictures

Espiral - O Legado de Jogos Mortais está prestes a estrear nos cinemas do Brasil e os fãs já estão desesperados para ver que tipo de filme será o spin-off sem (?) John Kramer. Para o esquenta, vale a pena rever todos os filmes e entender como eles formam um universo que pode ser facilmente expandido até se tornar um “Universo Marvel” de Jogos Mortais, como cogitou o diretor recentemente.

Em uma franquia com tantos anos de história, podemos imaginar que as curiosidades são praticamente infinitas, mas separamos aqui 10 bem interessantes para quem adora esse mundo macabro criado por James Wan e Leigh Whannell. Vem com a gente!

10. O primogênito: Saw 0.5

O longa-metragem que tornou o título famoso não foi o primeiro. Para ajudar nos pitchings, James Wan e Leigh Whannell fizeram um curta-metragem para dar aos executivos uma ideia do que estavam tentando produzir com o roteiro que tinham em mãos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

9. Terror raiz

James Wan no set de Jogos Mortais (Imagem: Reprodução/Twisted Pictures)

Inpirados pela criatividade e pelo sucesso de A Bruxa de Blair, os criadores de Jogos Mortais, Leigh Whannell e James Wan, fizeram um filme de baixíssimo orçamento com o desafio de desenvolver a história em uma única sala, já que não havia dinheiro para cenas externas ou múltiplos ambientes. A produção tinha takes limitados e, com o financeiro no limite, os cineastas precisaram tomar diversas decisões criativas para finalizar o projeto. O resultado, no entanto, foi a criação de uma estética muito característica e que se tornou uma marca reproduzida pela maioria dos filmes da franquia.

O fantoche do Jigsaw, carinhosamente chamado de Billy, foi confeccionado por James Wan com papel machê e outros materiais, criando algo completamente novo e que não poderia ser encontrado nas lojas. Como um bom terror raiz, Jogos Mortais também transformou sua maior fraqueza, a falta de verba, em recursos criativos que são referências até hoje.

8. A arte imita a vida

James Wan e Leigh Whannell na primière de Jogos Mortais: O Final (Imagem: Reprodução/Cathy Greutert/Wikimedia Commons)

Nos extras do DVD, o diretor James Wan explica que muitas das cenas assustadoras do filme foram pesadelos que ele e Leigh Whannell tiveram quando crianças.

7. Amanda

Shawnee Smith como Amanda em Jogos Mortais (Imagem: Reprodução/Twisted Pictures)

Em entrevista ao Bloody Disgusting, a atriz Shawnee Smith comentou que James Wan parecia ser um fã de seu trabalho quando mais jovem, o que faz todo sentido se lembrarmos que o diretor já se provou como um grande fã do terror. Smith foi uma das personagens centrais de A Bolha Assassina (1988), hoje um clássico trash.

Smith também admitiu que recusou o papel antes de o filme se tornar um sucesso. Apesar de não se identificar muito com filmes de terror, a atriz aceitou o convite após ver o estilo de direção de Wan no curta Saw 0.5. Além disso, ela teve apenas um dia de gravação e precisou manter uma das peças da “armadilha para urso ao contrário” imóveis na boca enquanto interpretava uma personagem que encarava seus momentos-limite. Para completar, a atriz estava gripada e com febre, o que acabou sendo absorvido por Smith na sua atuação.

6. Foi só a mão! Imagina o corpo todo...

Embora não seja um dos momentos mais bizarros do filme, a sequência em que vemos Adam enfiar a mão em um vaso sanitário cheio de fezes costuma enojar muito os espectadores. Nos extras do DVD, Leigh Whannell confirma que a cena foi realizada como um tributo a Trainspotting: Sem Limites (1996), de Danny Boyle. Para quem achou o nojinho de Jogos Mortais pesado, vale a pena testar os limites do próprio estômago assistindo ao filme homenageado:

5. Mais que uma simples iluminação

Imagem: Reprodução/Twisted Pictures/Seda Spettacoli

A iluminação de Jogos Mortais é bem simples e usa basicamante amarelo, verde vermelho e azul. Mais uma vez, a falta de orçamento busca auxílio na criatividade. A franquia contém inúmeras referências ao subgênero do terror italiano que foi pai dos slashers americanos. Com isso, James Wan incorpora elementos do giallo, como o vilão com luvas pretas, e usa uma iluminação inspirada nos filmes de Dario Argento para ajudar a imprimir a sua própria marca estética. Até o Billy entra nessa lista de referências, já que o fantoche faz alusão a Prelúdio Para Matar (1975), de Argento.

Na imagem acima, comparamos algumas imagens da franquia Jogos Mortais, incluindo o filme Espiral, a stills de Suspiria (1977), um dos principais filmes realizados por Argento.

4. Franquia em números

Imagem: Reprodução/Twisted Pictures

Em 2017, na ocasião do lançamento de Jogos Mortais: Jigsaw, foi divulgado um infográfico oficial que mostrava a franquia através de seus números sangrentos. Até então, os filmes já tinham acumulado mais de US$ 874 milhões, 238 atores no elenco, um total de 234 dias de filmagem e um total de 52 armadilhas foram vistas.

Na parte mais gore, o infográfico diz que quatro porcos protéticos foram utilizados na armadilha de Jogos Mortais III e que só em Jogos Mortais: O Final (2010) foram utilizados 25 galões de sangue cenográfico, mais do que duas vezes a quantidade utilizada em Jogos Mortais II. Na terrível sequência em que Amanda é jogada na "piscina" de agulhas, foram utilizadas 120 mil seringas.

Ainda não é sangrento o bastante? A imagem também deixa registrado que dois frascos de sangue foram doados por Tobin Bell (que interpreta John Kramer/Jigsaw) para Jogos Mortais III e que uma tiragem de mil pôsteres foi impressa com uma mistura de tinta e sangue. O gosto por sangue, no entanto, tem um lado bom, que está no nosso próximo tópico.

Quer mais números? Esta página oficial de Jogos Mortais no Medium reúne mais um bocado de curiosidades em infográficos.

3. Trocando sangue por tickets

Dar sangue para sobreviver a uma etapa do teste ou para se livrar de uma armadilha é uma estratégia recorrente dos assassinos Jigsaw. O que muitos fãs não sabem, sobretudo fora dos EUA, é que a ideia de dar sangue para conseguir alguma coisa vai muito além das telas.

Enquanto o roteiro faz uma imensa e profunda crítica ao sistema de saúde dos EUA através das revelações de John Kramer, a produção promove uma campanha para os espectadores. Em alguns locais acontecem os Blood Drives, em que as pessoas podem doar sangue para a campanha promovida pelo filme e, em troca, acabam ganhando um ingresso para assistir ao filme de graça. Incrível, não?

O primeiro ano arrecadou quase 2.000 litros de sangue, número que subiu para quase 18 mil litros somando os três primeiros filmes. Um artigo de 2019 já apresentava a soma de 360 mil vidas salvas pela campanha, o que também ajuda a distanciar a franquia do porn gore, ou seja, afasta Jogos Mortais da ideia de que trata apenas de uma obra em que violência é explorada a níveis pornográficos.

Veja os belíssimos pôsteres da campanha feita para Jogos Mortais: Jigsaw (2017), que incluiu também uma campanha para que pessoas LGBTQI+ fossem menos discriminadas e se sentissem incentivadas a participar da campanha:

2. Recorde

O diretor de Jogos Mortais: O Final, Kevin Greutert na Comic-Con 2010 recebendo o certificado do Guinness World Record (Imagem: Reprodução/Cathy Greutert/Wikimedia Commons)

Em 2010, quando ainda estava no seu sexto filme, a franquia Jogos Mortais entrou para o Guinness Book como a mais bem-sucedida série de terror da história. Na época, as seis produções haviam somado US$ 733.271.976 em bilheteria mundial.

1. Tradição quebrada pela pandemia

Com lançamentos sempre em outubro, no mês do Halloween, a franquia Jogos Mortais criou uma tradição nos EUA e muitas famílias escolhem este título para assistir todos os anos. O novo braço da franquia, Espiral, também tinha sua estreia programada para outubro, mas a pandemia bagunçou a agenda e forçou a quebra da tradição. No Brasil, Espiral - O Legado de Jogos Mortais chegará aos cinemas em 10 de junho de 2021.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.