7 filmes com finais surpreendentes para ver na Netflix

7 filmes com finais surpreendentes para ver na Netflix

Por Durval Ramos | Editado por Jones Oliveira | 21 de Abril de 2022 às 10h30
Netflix, Paramount, Paris Filmes

Um filme com uma boa história nos prende, mas é aquele final surpreendente que torna certas histórias memoráveis. Afinal, quem não se lembra da reviravolta em O Sexto Sentido ou da sua cara de surpresa quando descobriu que o assassino de Jogos Mortais era o corpo largado na sala o tempo todo?

São reviravoltas tão inesperadas que ficam gravadas em nossa memória e mostram como uma uma boa narrativa nos prende e brinca conosco, deixando pistas por todos os lados, mas sem que consigamos perceber o que está vindo — tudo isso para puxar nosso tapete logo à frente e nos pegar desprevenidos.

Pensando em você que gosta desse tipo de filme, o Canaltech selecionou 7 dos melhores filmes com finais surpreendentes para assistir na Netflix. O catálogo da plataforma de streaming está recheado de opções assim, mas a gente escolheu a dedo opções bastante variadas: do suspense à ação, não faltam tramas que testam a sua perspicácia e capacidade de prever possíveis reviravoltas.

E pode ficar tranquilo que a gente não vai dar nenhum grande spoiler.

7. O Livro de Eli

À primeira vista, O Livro de Eli parece ser apenas mais um filme de ação em um mundo pós-apocalíptico. Protagonizado por Denzel Washington, o longa traz um planeta dizimado por uma grande guerra e o que restou da sociedade luta para sobreviver em meio a esse cenário de violência e falta de esperança.

E é no meio dessa desgraça toda que está Eli (Washington), um homem que vaga por esse Estados Unidos devastado carregando um livro que é a última esperança da humanidade para se reerguer — e, por isso mesmo, ele passa a ser caçado por homens muito perigosos.

Como não poderia deixar de ser, a reviravolta está justamente na explicação de quem é Eli e qual é o segredo que ele carrega consigo. Isso, é claro, sem falar da boa pancadaria que o filme traz e das sempre ótimas atuações de Washington e Gary Oldman.

6. Garota Exemplar

A reviravolta que Garota Exemplar traz é tão surpreendente quanto polêmica e muita gente criticou a mensagem que esse plot twist traz para um assunto tão sério. Contudo, apesar da controvérsia, não há como negar que a revelação realmente pega o público desprevenido.

O longa trata do desaparecimento de Amy Dunne (Rosamund Pike) e como esse estranho episódio começa a revelar segredos por trás do casamento aparentemente perfeito que ela tinha com Nick (Ben Affleck). Assim, ele logo se torna o principal suspeito do suposto crime e precisa correr para provar sua inocência ao mesmo tempo em que tenta descobrir o que aconteceu com sua amada.

E é justamente a resolução desse mistério o grande ponto de surpresa e de discussão. Assim, nossa recomendação é que você assista ao filme e tire suas próprias conclusões sobre a situação.

5. O Culpado

O Culpado é um filme muito tenso por uma série de razões. Primeiro, porque ele é inteiramente gravado dentro de uma central telefônica, o que cria uma sensação claustrofóbica que é sufocante. Além disso, acompanhamos esse atendente do serviço de emergência vivido por Jake Gyllenhaal que tenta resolver um sequestro pelo telefone, mas é limitado pela burocracia e pelas barreiras que a própria situação impõe.

E, como se não bastasse, o próprio personagem tem uma questão pessoal correndo em paralelo e que não é bem explicada de início e que afeta inteiramente tanto a sua capacidade de tomar decisões quanto a nossa percepção do que está acontecendo.

Assim, somos capturados por toda essa carga e conduzidos por essa tentativa de impedir um crime até que a realidade é jogada na nossa cara de um jeito tão brutal que ficamos tão sem chão quanto todos os personagens.

4. Clube da Luta

Se você escapou dos spoilers de Clube da Luta até agora, parabéns. Ao lado de O Sexto Sentido, o filme estrelado por Edward Norton e Brad Pitt tem um dos finais mais icônicos e comentados da história do cinema, de modo que é quase impossível não ter ouvido falar sobre o que acontece.

A história gira em torno de Jack (Norton), um homem que tem uma vida medíocre e que vive deprimido e com insônia, mas que vê tudo mudar ao conhecer o estranho Tyler Durden (Pitt). Os dois não só se tornam grandes amigos como passam a frequentar um grupo secreto em que Jack pode extravasar sua angústia e aflições na base da porrada.

Só que, obviamente, as coisas não são tão simples quanto parecem e, quando a verdade é revelada, a única coisa que a gente pode fazer é ficar com o queixo lá no chão.

3. Um Contratempo

Imagine a seguinte cena: você acorda em um quarto de hotel e logo dá de cara com a sua amante morta e coberta de dinheiro. É a partir dessa cena bastante confusa que o espanhol Um Contratempo tem início.

Adrián (Mario Casas) é esse bem-sucedido homem de negócios que vê sua vida ruir diante desse enigma em que se meteu. E, para provar sua inocência e recuperar tudo o que perdeu — da sua empresa à própria família —, ele contrata a melhor advogada do país para ajudá-lo a limpar seu nome e esclarecer o que diabos aconteceu naquele quarto.

E é a partir dessa relação de cliente e defensora que a verdade começa a aparecer, mostrando os segredos e os podres que esse milionário esconde e que o levaram até o local do crime. E quando você acha que a revelação chegou, eis que o roteiro dá outra reviravolta de deixar qualquer um de queixo caído.

2. Amnésia

Outro filme que brinca muito com a linguagem cinematográfica para surpreender o público é Amnésia, dirigido por Christopher Nolan antes de ele ser o grande nome que todos conhecemos. Assim, ele traz uma história muito mais intimista e contida — e, por isso mesmo, muito mais tensa e com soluções bastante criativas.

A história em si é bastante simples: Leonard (Guy Pearce) tenta descobrir quem matou sua esposa. O problema é que, além de ter que lidar com esse mistério, ele também sofre de uma condição que o impede de guardar memórias, sendo a morte da sua mulher a última grande recordação que ele carrega.

Dessa forma, ele inicia uma luta para solucionar esse mistério antes que as memórias de sua investigação desapareçam. E o modo com que Nolan conta essa história faz com que a resolução do crime seja ainda mais impactante.

1. Ilha do Medo

Ilha do Medo também brinca com o espectador ao longo de uma investigação de um estranho crime. Desta vez, o filme dirigido por Martin Scorsese leva o espectador para um hospital psiquiátrico em uma ilha remota, no qual uma paciente desapareceu misteriosamente. E é aí que o detetive Teddy Daniels (Leonardo DiCaprio) precisa entrar em cena para desvendar como isso é possível.

Só que a entrada nesse ambiente tão claustrofóbico e opressor é algo que vai fazer com que o agente tenha de encarar não só seus próprios medos, mas também os demônios que ele guarda dentro de si — o que acaba por revelar uma verdade que nem mesmo o mais perspicaz dos espectadores é capaz de prever.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.