Entre o chato e o épico: Eternos divide opiniões da crítica especializada

Entre o chato e o épico: Eternos divide opiniões da crítica especializada

Por Durval Ramos | Editado por Jones Oliveira | 25 de Outubro de 2021 às 12h20
Divulgação/Marvel Studios

Faltando pouco mais de uma semana para a estreia de Eternos, as primeiras críticas do novo filme do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês) começaram a sair e estão dividindo bastante os críticos que já conferiram o longa. Apesar do tom épico apresentado pela diretora Chloé Zhao ter impressionado, teve gente apontando que a história não é tão empolgante quanto se esperava e sobrou até mesmo comparações com o infame Thor: Mundo Sombrio.

As principais reclamações dizem respeito principalmente ao ritmo e desenvolvimento da trama. O jornal The Guardian, por exemplo, diz que o filme não chega a ser chato, mas peca ao não conseguir repetir a empolgação que outras aventuras do MCU . Apesar de estar constantemente apresentando algo novo em tela, não se trata de nada que vai deixar os fãs animados como em iterações anteriores — como foi o caso das lutas em Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis.

Primeiras críticas elogiaram o elenco, mas parece que eles não são capazes de carregar a história nas costas (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

Já o IndieWire vai um pouco além e destaca que, apesar do gabarito que Zhao traz à direção — afinal, ela é uma ganhadora do Oscar por Nomadland —, Eternos faz muito pouco para fugir da fórmula da Marvel que a gente já conhece tão bem. Além disso, a crítica aponta que o filme é uma grande batalha entre bons atores contra inimigos de computação não tão bem feitos assim e que o próprio embate filosófico apresentado pelos personagens parece sem peso.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Para o crítico do jornal Los Angeles Times, Justin Chang, Eternos transita entre ser um dos filmes mais interessantes da Marvel e um dos mais fracos da carreira de Chloé Zhao. Em compensação, Nicholas Barber, da BBC, diz que o filme pode não ser o pior longa do MCU, mas é sem dúvidas o mais decepcionante.

Por outro lado, as críticas positivas elogiaram justamente o tom épico adotado por Zhao em sua estreia no MCU, chegando a comparar seu trabalho com o feito por Denis Villeneuve com o recente Duna. Para o GamesRadar, os dois longas são parecidos em termos de determinação e seriedade. O pessoal do ScreenRant foi na mesma toada ao classificar Eternos como um épico cativante e o Observer pontuou que ele é cheio de momentos que vão encher os olhos do público ao mesmo tempo em que traz uma trama classificada como audaciosa. 

Ao mesmo tempo, teve muita gente que elogiou o tom épico do novo fime do MCU (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

Diante dessas primeiras impressões bastante divididas, Eternos chega aos cinemas com uma média de 71 no site Rotten Tomatoes, que agrega as notas publicadas ao redor do mundo. Isso coloca o filme como a terceira menor pontuação de todo o MCU, à frente apenas de O Incrível Hulk (67%) e de Thor: Mundo Sombrio (66%).

Isso mostra bem o quanto o novo filme vem dividindo opiniões e o quanto devemos ver essas impressões variadas potencializarem a partir do dia 4 de novembro, quando Eternos chega aos cinemas. Mais do que isso, essa recepção inicial morna também evidencia o quanto a tão esperada Fase 4 da Marvel parece ainda não ter engatado da forma que todos esperavam e que, até agora, as séries do MCU parecem estar empolgando bem mais do que os filmes. Contudo, a gente só vai ter uma noção real disso quando os deuses da Marvel aparecerem de vez nas telonas.

Fonte: Rotten TomatoesGamesRadar, The Guardian, IndieWire, Observer, ScreenRant, Los Angeles Times, BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.